terça-feira, 19 de janeiro de 2016

O NÓ NA GARGANTA



"Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de vez em quando o amanhã pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina." (Paulo Freire)
 
 Nossa categoria sempre foi sonhadora. E tem aprendido ao longo do tempo que a luta, o enfrentamento político, o esclarecimento, o entendimento real da situação, pode fazer sonhos se tornarem realidades. 
Lembro-me da época na qual as escolas possuíam um bicicletário onde os professores, de melhor situação financeira, podiam prender a sua MonarkTambém, naquela época, não tão distante assim, quem terminava a oitava série do primeiro grau, poderia quebrar o galho dando aula para alunos de primeira a quarta série. Nossa! quem tinha um curso de Magistério então era considerado. A faculdade era um sonho tão distante!
Depois de muitas lutas, muitas porradas, muitos enfrentamentos por melhores condições de trabalho, formação e qualificação do professor; surgiram as Leis, As Diretrizes, os Planos de Carreira que preconizavam a formação profissional do professor. Vieram os Fundos de valorização: Fundef, Fundeb. Nada disso veio de graça. Houve muito suor derramado, muita angústia tirando sono, muito nó preso na garganta. 
Aqui em Marabá, em novembro de 2011, essa nuvem negra parece que estava sendo dissipada de vez. Conseguimos aprovar um plano de carreira sonhado ao longo de trinta anos. Ficou garantido aos companheiros que há muito tempo "quebravam o galho" da rede municipal só com o magistério, progredir para o nível superior do cargo caso cursassem pedagogia, o magistério superior. 
O Plano de Carreira aprovado foi tão bom que em parte diminuía a diferença salarial entre os "reles mortais" e aqueles ditos "iluminados"
Só que, professor ganhando bem? Pra que? Pra ensinar melhor as crianças? Pra que um professor com mestrado? Pra que professor financiando carro? Comprando apartamento em residencial? Professor com computador em casa, plano de internet banda larga, tv por assinatura! Isso é um absurdo! Um perigo! "Se professor quisesse ganhar bem, tinha que ter feito medicina ou direito", palavras de um ex-prefeito de Marabá que caberiam muito bem na boca do atual gestor municipal. 
Ai de mim, Paulo  Freire, que me vi engajado com o aqui e agora e não visitei o futuro para ver que não teríamos futuro! Ai de mim, Paulo Freire, que fui no passado e relembrei desses palavras do então candidato João Salame, em uma entrevista concedida a esse blogger "... o Brasil ocupa uma posição vergonhosa na educação no mundo. Um país que pretende se desenvolver tem que ter a educação como prioridade. No Japão educação pós Segunda Guerra Mundial foi definida como prioritária. Inclusive lá é um país que tem monarquia, e, quando o rei passa os súditos tem que prestar reverencia, mas os professores foram os únicos profissionais liberados de prestar reverência ao rei por entender que o professor era uma categoria a ser privilegiada. Então, se nós pretendemos desenvolver o Brasil a um patamar de sustentabilidade sem ter que estar importando tecnologia permanentemente é necessário que se invista em educação, ciência e tecnologia." (http://www.gazetando.com.br/2012/06/joao-salame-da-entrevista-ao-poster-e.html).
E acreditamos que o tal João fosse agir tal qual o Rei do Japão. Oh, triste ilusão! Oh, decepção! Agora, os companheiros que estão na Comissão Ampliada não dormem, perderam o sono e o ânimo. Se não mostrar um coelho mágico até o dia 25/01, estamos ferrados! 
Como sempre diz meu amigo Rones Moraes, da coordenação do Sintepp, "Vocês sabiam que a Caloi está mais cara que a Monark?"
 

Reações:

4 comentários:

  1. o quantas vesrs eu os adimoestei ,sabia q o futuro noss estava perdido vaticinei iss antes da campanha q o salame nao ia fasr muita coisa por nos tai o resultado estamos todos derrotados ai de ti paulo freiriq nao viveu mas pra ver o noss sofriment se tud nao q tu escrevest ia rasgar como moiseis rasgou as tabuas dos des mandamentos no monte sinai aind fc pensando pq o o senhor do outro blog fc defendendo o a gestao atual o cego louco pq fas iss com no professores ha se nao foss ess companheiros agora mas vamos lutar se perdemos vamos descontar na eleicao e tu pedro sousa q foste escolhido para fundamentarmos nossa luta junto com tig e nos traist t apensando q nap sei tuas intencoes politicas par ase reeleger vai deixar o cargo e colocar o o senhor weslei pra tampa o buraco nao fas iss

    ResponderExcluir
  2. Para mim não é novidade!!! Triste é ver colegas de profissão traindo aqueles que o elegeram. Eu penso q as coisas só vão piorar. Ou alguém, acreditou na recuada do gestor....esse atraso é mais uma cartada deles (Salame e Pedro Souza) para mostrar que tem q ser tirado direitos dos servidores , caso contrario, não tem como paga a folha. Colegas a astùcia dos nossos carrascos é muito maior que a nossa vã filosofia possa explicar.

    ResponderExcluir
  3. Uma solução é cassar esse safado. Já to quase perdendo meu plano de saúde. Meus remédios. Já estão acabando.A comida ta ficando escassa.Queria ter o prazer de poder processar esse canalha por improbidade. Manda desalugar um monte de escola na zona rura.

    ResponderExcluir
  4. Uma solução é cassar esse safado. Já to quase perdendo meu plano de saúde. Meus remédios. Já estão acabando.A comida ta ficando escassa.Queria ter o prazer de poder processar esse canalha por improbidade. Manda desalugar um monte de escola na zona rura.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.