sexta-feira, 27 de novembro de 2015

A LUTA É DE TODOS!!


Hoje foi mais um dia de luta e paralisação dos Trabalhadores em Educação. Depois de mais de três horas de Assembleia realizada em nossa Sede campestre Professor Evandro Viana  a categoria deliberou pela manutenção do CALENDÁRIO DE MOBILIZAÇÃO aprovado na Assembleia do 13 de novembro. Alguns servidores se manifestaram no plenário por uma postura mais radical, mas a imensa maioria aprovou que o Sintepp está no caminho certo. Foi deliberada ainda a realização de novaAssembleia Geral no dia 10 de dezembro data na qual a categoria assegura que deverá radicalizar caso não se tenha uma data assegurada para o pagamento do décimo terceiro. Além de tudo isso, a coordenação do Sintepp propôs que 10 (dez) servidores da base poderiam ser eleitos para participar da primeira reunião que acontecerá no dia 01 de dezembropara auditar os números apresentados pelo Governo. A reunião terá a participação do Sintepp, MPE, MPF, TCE, Conselho do FUNDEB e Câmara Municipal dos Vereadores.
Nossa mobilização continua firme e forte e não esqueçamos que no dia 01 de dezembro será dia de mais uma paralisação para cumprimento da Hora atividade dos lutadores e lutadoras da Educação.
Observamos muita tentativa do inimigo desmobilizar os trabalhadores, principalmente usando alguns servidores que, por pura falta de informação e capacidade de discernimento, acabam fazendo o jogo sujo do patrão! Tentam desmobilizar a categoria o tempo todo e não participam da nossa luta. Mas estamos ligados e esperamos que estes companheiros possam se somar nas próximas paralisações.

 #VEMPRALUTA VC TAMBÉM!



Reações:

2 comentários:

  1. Ess e o sintep q eu queria ver so lembrando q eu me dosfilei pq antes nao tinh uma postura mas radical mas .vo me filiar de nv abraco amigos

    ResponderExcluir
  2. Em entrevista concedida hj dia 28 ao vivo a um programa de TV,o prefeito afirmou q o décimo será pago de uma só vez dia 20 de dezembro.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.