quinta-feira, 1 de outubro de 2015

PAGAMENTO DA PREFEITURA: é tempo de caçar com gato.


Aquele que não tem cão, como já dizia o velho ditado, caça com gato. A dificuldade é fazer o pequeno felino, bicho doméstico, dado aos afagos, adentrar a mata e embrenhar-se a procura de bicho na toca. E depois, dado o disparo da arma certeira, guiar o caçador até o animal abatido. 
Pois tal qual essa dificuldade desse caçador imaginário, alega se encontrar o ordenador de despesas da Secretaria Municipal de Educação de Marabá.  Até a presente data, pelas informações que constam no site do Banco do Brasil, entraram 11,4 milhões na conta do Fundeb da prefeitura sendo 6,9 milhões do mês de setembro e 5,5 já desse mês de outubro. Desse valor, segundo informações do secretário municipal de educação, restam apenas 7,6 milhões na conta, uma vez que parte desse recurso foi usado para o pagamento do restante da folha de agosto.
 A folha líquida, que corresponde ao valor pago ao servidor já descontado os empréstimos, cartões, contribuição previdenciária e outras coisas, para esse mês é de 9,15 milhõesPara cobrir esse valor seria necessário 1,5 milhões. Pedro Souza disse estar aguardando o prefeito retornar a Marabá para para negociar com ele a importância de 550 mil reais para pagar os servidores lotados nas escolas, na segunda ou terça-feira. Ficando a rescisão dos contratados demitidos e o pessoal lotado na sede da secretaria para pagar no dia 10/10.  
A Semed alega queda constante nos repasses à prefeitura, o que tem dificultado o pagamento até o final de cada mês como o servidor espera. A exemplo do que vem acontecendo nas escolas que estão sem receber o PDDE e demais programas, o tempo na Secretaria Municipal de Educação é de caçar com gato.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.