quarta-feira, 2 de setembro de 2015

PARALISAÇÃO GERAL DA REDE ESTADUAL DE ENSINO MOSTRA INDIGNAÇÃO DOS SERVIDORES


MESMO NAS ESCOLAS QUE DECIDIRAM DAR AULA O QUADRO É ESSE
(Imagem enviada por aluna do terceiro ano do Acy Barros)

Atendendo ao chamado do Sintepp os trabalhadores da Rede Pública Estadual de Ensino paralisaram as suas atividades no dia de hoje, dia 02 de setembro. Esse movimento é uma forma de protesto contra o governo do estado que desrespeita a categoria e age de forma abusiva com descontos indevidos. 
Até agora não foi criado um calendário de reposição para as aulas do período da greve. O governo efetuou descontos no contra-cheque dos servidores se comprometendo a devolver esse dinheiro em forma de horas-extras caso os professores repusessem as aulas. Todavia, não foi isso o que aconteceu. Nas escolas onde houve a reposição, ao invés de receberem o pagamento devido os professores foram penalizados com mais descontos. 
Cabe lembrar aos companheiros que a nossa greve nunca foi julgada abusiva pela justiça. O governo nos deve retroativo desde o piso de 2011, os descontos efetuados pelo governo nos contra-cheques dos professores nesse ano de 2015 já ultrapassa em muito o que ele nos deve. O governo mostra com isso sua verdadeira intenção: fazer caixa para "pagar" cursinho de inglês de empresa privada de pessoas ligadas suspeitamente a ele. São quase 200 milhões nessa brincadeira. 
Outra paralisação está marcada para o dia 10/09, até essa data o sindicato usará de todos os meios para tentar negociar com o governo. Já não há mais nenhum tempo a ser perdido, precisamos definir sobre a reposição e o pagamento das reposições ainda nesse mês, caso contrário, tornar-se-á inviável o ano letivo 2015. 
No final do dia de hoje, quarta-feira, estaremos realizando uma assembleia geral, às 18 horas, no Auditório da Escola Anísio Teixeira. Durante a assembleia estaremos não só definindo sobre a paralisação do dia 10, como também repassando para a categoria os informes do Conselho Estadual de Representantes que aconteceu em Belém no mês passado. 

Esperamos contar com participação de todos os companheiros indignados com o rumo que está tomando a nossa saúde financeira na rede estadual de ensino. 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.