quinta-feira, 13 de agosto de 2015

17º Festival de Teatro Brasileiro leva o palco para escolas públicas de Marabá




Quadra lotada de alunos para assistirem ao espetáculo Flor de Macambira, do grupo Sertão Teatro, um dos participantes da etapa Marabá do 17° Festival de Teatro Brasileiro. Os dez atores entraram em cena encantando a plateia com o Boi Bumbá, música e danças da cultura popular.
A apresentação ocorreu na manhã desta quarta-feira (12), na quadra esportiva da Escola Gaspar Vianna e reuniu os alunos com outros das escolas João Anastácio de Queiroz e Oneide de Souza Tavares. Após o espetáculo houve um bate papo com os atores, que responderam perguntas dos estudantes. Em seguida, eles participaram de uma ciranda promovida pelo grupo teatral.
O grupo Sertão Teatro está há oito anos na estrada e há quatro leva esse espetáculo para cidades do interior do Brasil. Com 15 anos de carreira, Thardelly Plínio, disse que levar a apresentação para dentro da escola foi uma novidade e a interação dos alunos foi bastante surpreendente.
“Os alunos participaram muito bem do debate, fazendo perguntas bem pertinentes. Então a gente vê que estamos chegando de uma outra maneira, não só com a história, mas com uma formação. Pra gente está sendo muito valioso”, comemorou o artista.
 Um dos músicos do espetáculo, José Guilherme, que está no grupo há cinco anos, também observou a importância do contato dos alunos com o teatro. “Eles têm um contato teórico com o teatro na escola e hoje eles vieram pra cá para ver uma prática e refletir sobre isso. Então, eu acho bem interessantes projetos que estejam vinculando qualquer linguagem artística com a escola porque é a base onde estão os jovens”, disse.
Desde o início da semana os alunos participam do projeto Arte Educadores, que reuniu seis professores atuantes no município para levarem informação sobre o teatro de rua e também para realizarem uma preparação do comportamento dos estudantes diante do espetáculo. O objetivo desse projeto é instigar o desejo por esse tipo de trabalho artístico e assim formar novos grupos teatrais nas escolas.
Para o coordenador pedagógico do festival, Glauber Plínio, a receptividade do público marabaense foi surpreendente. “A gente não esperava tanto carinho, tanta adesão. Desde sexta a gente teve todas as apresentações lotadas, a gente tem escutado depoimentos muito emocionados de pessoas que têm participado das atividades do festival. Então a sensação que dá é de que a cidade realmente acreditou no projeto, abraçou o projeto e que daqui pra frente vai querer respirar mais o teatro no seu dia a dia”, disse.
O 17° Festival de Teatro Brasileiro teve abertura na última sexta-feira (7), com o espetáculo Esparrela. No sábado, o público compareceu à Praça São Félix de Valois, na Marabá Pioneira, para prestigiar o espetáculo Silêncio Total. E desde o último domingo o Flor de Macambira está sendo encenado em Marabá. Houve apresentação tanto na Marabá Pioneira quanto na Cidade Nova, na Praça São Francisco. O grupo deve se apresentar ainda na tarde desta quinta-feira (13) na escola Gaspar Vianna encerrando as atividades do Festival na etapa Marabá. (Texto: Fabiane Barbosa/ Fotos: Dinho Aires)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.