quinta-feira, 16 de abril de 2015

Prefeito inaugura escola e lança pedra fundamental de creche no Bairro Araguaia


Em solenidade ocorrida na tarde desta quarta-feira (15), o prefeito João Salame Neto, o secretário municipal de Educação, Pedro Souza, e demais autoridades inauguraram a Escola “Maria Lúcia Bichara”, localizada no Bairro Araguaia, antiga Invasão da Fanta, no limite com o Bairro Nossa Senhora Aparecida, ex-Invasão da Coca-Cola.
Na mesma ocasião foi lançada a pedra fundamental do Núcleo de Educação Infantil “Professora Irene Corrêa Ribeiro”, que fica em uma área aos fundos da escola inaugurada.   
A Escola “Maria Lúcia Bichara” funcionava em uma área do antigo curral na Fazenda Bandeira, no Bairro Nossa Senhora Aparecida. Mas, o prefeito João Salame se sensibilizou com a situação do local e construiu, com recursos próprios, o novo prédio. O espaço conta com 12 salas de aula, biblioteca, cozinha, refeitório, quadra de esporte, praça e um espaço onde foi plantada uma horta.
Atualmente estudam no estabelecimento de ensino 790 alunos, que cursam do 2° ao 5º ano do Ensino Fundamental. Dois dos alunos são filhos da dona de casa Maria Eliene Moreira de Oliveira, 31 anos. Ela lembra que antes da Escola “Maria Lúcia Bichara” os filhos tinham de ir caminhando para uma escola no Bairro Km 7. “Agora eles estudam mais próximo de casa, com uma estrutura boa, é um privilégio para os meus filhos”, disse.
Quem também garantiu uma vaga na escola foi uma filha da cozinheira Francisca Maria de Jesus, 37 anos, que cursa o 4° ano. “Essa escola é maravilhosa, bem arrumada e dou graças a Deus por ter conseguido uma vaga aqui para a minha filha estudar”.
Além dos alunos, os professores também comemoram a inauguração do prédio novo. “Com certeza, trabalhar em um prédio com toda essa infraestrutura é muito mais prazeroso. Sem falar no rendimento escolar dos alunos, que melhorou”, disse o professor Lucivaldo Fernandes, 34 anos, que trabalha com duas turmas do 5º ano.
O secretário municipal de Educação Pedro Souza lembrou que o nome dado à escola foi uma homenagem à professora que dedicou 35 anos a educação ao município. Ele destacou ainda que a construção da escola foi resultado de uma junção de forças de várias secretarias, entre estas, Sevop, Semsur, Seagri e Semma, além de ter agradecido a equipe da Semed. “Muitas coisas ainda vão acontecer, além da estrutura boa também está sendo oferecida uma educação de qualidade”.  
Antes de se pronunciar, o prefeito João Salame fez uma homenagem à professora Maria Lúcia Bichara a quem entregou um buque de rosas e ressaltou que as homenagens deveriam ser em vida. “Com certeza é um dia de glória, depois de tudo isso que os alunos passaram no antigo curral”, complementou.
Emocionado, o gestor disse que o importante é melhorar a vida das pessoas. Ele adiantou ainda que a prefeitura já tem recursos para cobrir a quadra da escola, para a construção de um posto de saúde na área e garantiu que, assim que a avenida principal do bairro estiver totalmente concluída, vai colocar uma linha de ônibus no local, uma vez que seu governo prioriza as áreas periféricas da cidade.
Emocionada, a professora Maria Lúcia disse que é um privilégio receber uma homenagem como aquela, “ainda em vida, respirando, com a bênção de Deus”.
Antes do evento se apresentaram a Banda de Música da Fundação Casa da Cultura de Marabá e o coral Melodia da Paz, da Escola Municipal Judith Gomes Leitão. Também aconteceu a bênção de um pastor de uma igreja evangélica.
NEI
Pouco antes da solenidade de inauguração da escola, foi lançada a pedra fundamental do Núcleo de Educação Infantil (NEI) Professora “Irene Corrêa Ribeiro”. Na presença de familiares da professora homenageada, secretários municipais, vereadores, servidores da educação e moradores do bairro aplaudiram a iniciativa. O NEI - como agora são chamadas as creches - terá capacidade para 240 alunos e está orçado em R$ 1.800.000,00.     
Merenda escolar
Na tarde desta quarta-feira também foi inaugurado o prédio da Coordenação de Alimentação Escolar, localizado na Rua Américo Castanheira, Agrópolis do Incra, Bairro Amapá.
Após dois governos, somente agora, na gestão do prefeito João Salame, é que o prédio foi concluído. Diversas autoridades também participaram da solenidade.  
“Os alimentos eram armazenados em péssimas condições, era um dos problemas, pois havia a falta de lugar adequado para armazenamento. Então, nós demos prioridade para a conclusão desse prédio”, informou o prefeito João Salame, complementando que já está sendo licitada a câmara fria e que agora há um padrão de qualidade nos prédios inaugurados na gestão dele.

O presidente do Conselho de Alimentação Escolar de Marabá, Celso Araújo, também afirmou que agora é um novo tempo. “Isso era um sonho antigo dos coordenadores que por aqui passaram, muitos lembram que era uma situação precária e hoje o nosso prédio, é referência na região, amplo, climatizado e a gente fica feliz por ter um departamento hoje organizado”, comemora, ressaltando que não tem faltado merenda na zona urbana e nem na rural. (Texto: Alessandra Gonçalves/Dinho Aires)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.