quinta-feira, 16 de abril de 2015

Categoria resiste aos ataques de Jatene/justiça e a greve continua


Reunidos em assembleia geral na manhã de hoje (16), na EE. Cordeiro de Farias em Belém, os trabalhadores em educação da rede estadual de ensino deliberaram pela manutenção da GREVE, iniciada em março depois que o governo Jatene (PSDB) apresentou proposta rebaixada quanto as pautas entregues à Seduc, que versam sobre pagamento do piso nacional e retroativo (referente aos meses de janeiro a março); jornada de trabalho e lotação 2015; extrapolação de jornada; unificação do PCCR e reformas das escolas.
Durante a assembleia, os dirigentes do sindicato repassaram as informações coletadas durante a reunião ocorrida na quinta-feira (15), na Seduc com a presença de Helenilson Pontes, em que mais vez não houve avanços em relação as propostas do Sintepp encaminhadas ao governo. Mesmo depois da solicitação de mediação feita pela categoria que se concentrou em frente à ALEPA, no último dia 14.04 e reuniu com presidente da Casa, além de cerca de outros 10 parlamentares bancada da oposição e base aliada ao governo.
A categoria conclui que o governo mente ao afirmar em suas propagandas que está disposto a cumprir a pauta. Veja abaixo um comparativo entre as propagandas do governo e a realidade.
*SALÁRIO
#A VERDADE DOS FATOS
Em 2013 a propaganda deste mesmo governo noticiava que o professor em inicio de carreira ganharia R$ 4009,00 . ou seja, a proposta 2015 do governo já apresenta uma defasagem de 25%.
#A MENTIRA DO GOVERNO
O governo afirma que com o aumento de 13,01 % o salário do professor será de R$ 3962,00.
* REFORMA DAS ESCOLAS
#A VERDADE DOS FATOS
A realidade que os alunos enfrentam e bem diferente do que o governo diz.Não existe hoje nenhuma escola sendo reformada o que existe são prédios sucateados sem água potável.
#A MENTIRA DO GOVERNO
O governo afirma que existe mais de 100 escolas em reformas e outras estão em licitação.
*PAGAMENTO DO PISO
#A VERDADE DOS FATOS
O governo ainda esta nos devendo parte do piso 2011, o governo deveria pagar o piso 2015 em janeiro e se o governo não cumpre leis federais como a do piso não podemos acreditar em suas promessas.
#A MENTIRA DO GOVERNO
O governo afirma que vai pagar o piso nacional.
* AULAS SUPLEMENTARES
#A VERDADE DOS FATOS
O governo ao retirar as aulas suplementares vai deixar várias turmas sem professores uma vez que hoje as escolas já tem falta de professor quando saírem as aulas suplementares faltarão mais de 7000 professores na seduc.
Com a retirada dessas aulas o professor perderá mais de R$1100,00 a R$ 2800,00.
#A MENTIRA DO GOVERNO
O governo diz que vai retirar as aulas suplementares para implantar a jornada para o bem estar do professor.
* PCCR UNIFICADO
#A VERDADE DOS FATOS
O governo não enviou a proposta para a Alepa até hoje.
#A MENTIRA DO GOVERNO
O governo assinou um acordo judicial, junto com o SINTEPP e TJE, onde se comprometeu em até abril de 2014 enviar um projeto de lei para a ALEPA, criando o PCCR unificado.
* RETROATIVOS
#A VERDADE DOS FATOS
O governo informa que paga por mês algo em torno de 3,8 milhões.
#A MENTIRA DO GOVERNO
De fato, não temos recebido nenhum centavo desses valores no contracheque.
GOVERNO PEDE ABUSIVIDADE DA GREVE
Após a assembleia, a categoria aprovou caminhada até o Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE) na expectativa de audiência com a Desembargadora Gleide Pereira Moura.
Os advogados do Sintepp foram recebidos pelo Gabinete da desembargadora para tratar do recurso interposto contra a Liminar deferida nos autos da ação proposta pelo Estado, visando a declaração de ilegalidade/abusividade da greve.
Na ocasião, a Desembargadora acatou o pedido dos advogados do Sindicato e determinou a realização de audiência de tentativa de conciliação, que será realizada dia 22.04 (quarta-feira), às 11:00 horas, na sede do TJE.
AGRESSÕES/TUMULTO
A Coordenação do Sintepp informa que não referenda ações violentas durante as atividades da greve e lamenta qualquer tipo de agressão cometida aos profissionais da imprensa durante as atividades da greve.
A Secretaria de Comunicação do sindicato confirma que enviou nota à imprensa garantindo que não participou/participa de atos de agressão durante as manifestações, pois tem extremo interesse que cobertura feita pelos veículos de comunicação seja mantida.
O setor de comunicação do Sintepp também encaminhou nota ao Sinjor/Pa lamentando o ocorrido durante o ato desta manhã (16) durante o ato do TJE, e tem como se não se responsabilizar por ações isoladas de manifestantes desalinhados ao Comando de greve.
É HORA DA CATEGORIA SE MOBILIZAR. VEM PRA LUTA
Estamos realizando a maior greve de nossa história, pois a mesma se justifica pela manutenção das aulas suplementares sem redução de salários, reforma nas escolas, pagamento do Piso nacional, PCCR unificado e outros. Não podemos aceitar o assalto que o governo quer fazer em nossos salários. Neste sentido convidamos á todos os trabalhadores a assumirem esta luta.
AGENDA
17/04 (sexta-feira)
BELÉM
Assembleias distritais
9H
DASAC – EE. Augusto Montenegro
DAICO/DAOUT – EE. Palmira Gabriel
DAGUA – EE. Celso Malcher
DABEL – EE. Deodoro de Mendonça
DABEN – EE. Raimundo Viana
SOME – EE. Augusto Meira
15h
DAENT – EE. Cordeiro de Farias
16H
DAMOS – EE. Abelardo Condurú
ANANINDEUA
Assembleia local
9H
EE. Luiz Nunes Direito
18/04 (sábado)
Panfletagem nas feiras e mercados públicos, 7h.
22/04 (quarta-feira)
BELÉM
Audiência do SINTEPP no TJE (Av. Almirante Barroso, prox. Av. Júlio Cezar)
23/04 (quinta-feira)
Assembleia Geral. Local: EE. Cordeiro de Farias. Horário: 9:00
O Comando de Greve confirma paralisação em 90% das escolas e suspensão das aulas em 112 municípios.
#GreveRedeEstadual
#VemPraLuta
#VemPraRua

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.