segunda-feira, 23 de março de 2015

REDE ESTADUAL - GREVE GERAL POR TEMPO INDETERMINADO


Após quase três meses de tentativas de negociação com o governador do estado Simão Jatene, o Sintepp decidiu chamar os trabalhadores em educação para mobilização de rua. A categoria compareceu em peso na assembleia realizada na última sexta-feira, dia 20/03, em Belém e decidiu pela greve por tempo indeterminado. 
Desde o início do ano de 2015 que o sindicato vem tentando um acordo com o governo e sua equipe, mas foram em vão todas as tentativas. Numa amostra clara de descompromisso com os índices educacionais do estado, que figuram entre os piores do Brasil, Simão Jatene decidiu arrochar para cima dos trabalhadores. E, além de decidir não pagar o aumento do piso salarial concedido pelo governo federal, de 13,01%, o governo ainda decidiu implementar uma série de medidas que desagradam a categoria, como a redução da jornada de trabalho e consequente diminuição salarial para o professor. 
Simão Jatene já tem se consagrado em não cumprir acordos firmados em greve, como aconteceu com o pagamento do retroativo do piso salarial de 2011, lembram daquela diferença de míseros 60 reais/mês que ficou parcelado em três vezes para o ano de 2012, que recebemos uma parte e o restante foi para o saco do bozó? Pois então, a proposta agora é semelhante, mas é claro que a companheirada não aceitou. 
A greve foi deflagrada na sexta-feira, dia 20/03, porém em cumprimento do prazo legal que devemos dar ao governo, a paralisação das aulas nas escolas acontecerá somente a partir da quarta-feira, dia 25/03. Até lá os professores devem ir para as escolas dá aula normal e aproveitar o espaço para dialogar com os alunos. Na quarta-feira, realizaremos uma assembleia geral na qual definiremos o calendário de atividades para o período em que estivermos em greve. Cabe lembrar que nossa greve é por tempo indeterminado. Em breve divulgaremos o local e o horário da assembleia. 

Reações:

Um comentário:

  1. estao certos,porem os alunos tambem tem que estuda

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.