sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ESTAMOS ENTRE ESCOLHER O QUE NÃO PRESTA OU O QUE NÃO SERVE

FONTE: google imagem

Uma coisa tenho aprendido nessa vida: não deixar minhas convicções pessoais serem vencidas por interesses políticos. Aquilo que acredito ser verdadeiro, correto, honesto, ético, moral, deve estar acima de minhas conveniências pessoais. Não consigo atirar pedras e assoprar ao mesmo tempo. Tem gente que faz isso quando o assunto é política. 
Desde que tomei minha decisão de sair do PT por desacreditar em suas "boas intenções" que lotam o redil do coisa ruim, tenho visto muitos colegas meus de partido expressarem publicamente, quer seja em congressos, quer entre amigos, o repúdio ao partido dos trabalhadores e a sua política de continuismo neoliberal. Eu mesmo já ajudei a elaborar muitas notas contra o 13, nas quais pintávamos o capeta com todos os seus chifres.  
Sei e tenho convicção que o retorno da direita declarada representada por Aécio Neves e PSDB ao executivo federal seria um retrocesso histórico tão grande quanto o verde-oliva voltar a dirigir esse país. Se no partido dos trabalhadores, lá no seu rescaldo, pode-se encontrar, embora bastante rarefeito, pessoas firmes na ideologia inicial do partido: de defender o trabalhador, essa mesma ideologia não se encontra no lado tucano. Mas, isso não é argumento suficiente que me convença a votar ou a pedir voto para um ou outro lado. 
Dai esse conflito barroco às avessas que vivemos hoje no cenário político: estamos entre voltar ao que não presta ou ficar com o que não serve. Aqueles que querem voltar ao poder, já sabemos que não presta para o trabalhador. Nenhuma política durante o governo de FHC beneficiou o trabalhador. Esses que ai estão querendo continuar não servem para representar o trabalhador porque escolheram o lado errado. Na verdade, os dois grupos políticos estão do mesmo lado que não é o do trabalhador.
Essas e outras considerações que não cabem nesta pequena postagem é que não me deixa outra opção a não ser votar NULO. Voto nulo porque não quero ser incoerente com tudo que já falei e divulguei sobre o PT e PSDB. Voto NULO porque minha convicção pessoal está acima de meus interesses políticos. 





Reações:

Um comentário:

  1. Excelente posição Aurismar! As nossas lutas continuarão mais fortes com qualquer um dos dois. O Voto nulo tem sido a posição de muitos lutadores do estado e do Brasil, por realmente não sermos incluídos na agenda desses senhores. Parabéns!

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.