segunda-feira, 17 de março de 2014

MINHA CASA MINHA VIDA - MAIS UMA NOTA OFICIAL

Programa Minha Casa Minha Vida
Nota Oficial
Visando garantir o melhor atendimento a todos aqueles que pretendem ser beneficiários do programa de habitação popular do Governo Federal Minha Casa Minha Vida, a Prefeitura de Marabá, através da Secretaria de Assistência Social – Seasp, informa que todas as senhas para atendimento serão distribuídas no final da tarde de hoje nos locais de cadastramento estabelecidos em cada núcleo. A medida se faz necessária para evitar tumulto nas filas e a longa espera. O calendário de atendimento está mantido.
Somente aqueles que possuírem as senhas serão atendidos no dia determinado, sendo desnecessário que permaneçam acampados em frente aos locais de cadastramento.
Os interessados devem levar original e cópia de todos os documentos exigidos.
Podem se inscrever quem tenha renda mensal bruta familiar de até R$ 1.600, seja maior de 18 anos e brasileiro - nato ou naturalizado. Também podem se cadastrar mulheres responsáveis pela unidade familiar, que morem em Marabá pelo menos há 3 anos, que não tenham sido beneficiadas por outro programa habitacional ou de regularização fundiária no município e não possuam imóvel urbano ou rural.
O cadastramento deverá ser realizado pelo responsável familiar ou o titular do cartão do Programa Bolsa Família.
Para efetivar seu cadastro o candidato deverá estar de posse das cópias e originais da carteira de identidade ou CNH, CPF, certidão de nascimento, de casamento ou averbação do divórcio, comprovante de que reside no município há mais de 3 anos, comprovante de inscrição no CadÚnico ou no Programa Bolsa Família e, no caso de pessoa portadora de necessidade especial ou de família de que faça parte pessoa com deficiência, deverá ser apresentado atestado médico que comprove a deficiência alegada.
Marabá (PA), 17 de março de 2014
Prefeitura de Marabá – Minha Cidade Meu Futuro

Reações:

Um comentário:

  1. É PRECISO QUE SEJAM RESPEITADOS OS DIREITOS AO CIDADÃO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA,POIS UMA SENHORA QUE É CEGA RESIDENTE NA MARABÁ PIONEIRA PERTO DO PACTO FOI DUAS VEZES (NOS DIAS 10/11/03/14) E NADA ELA CONSEGUIU ,PORQUE NÃO SÃO ESCLARECIDOS O QUE DE FATO AS PESSOAS PRECISAM APRESENTAR NO ATO DO ATENDIMENTO.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.