quinta-feira, 13 de março de 2014

INFORMES GERAIS DA CIDADE RELICÁRIA

Vacinação contra HPV continua em postos e escolas municipais de Marabá

Iniciada na segunda-feira, (10), a campanha nacional de vacinação de meninas de 11 a 13 anos contra o HPV (Papiloma Vírus Humano) está sendo realizada em postos de saúde e escolas municipais de Marabá. Através do Departamento de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), as 6.259 vacinas estão sendo administradas através de um cadastro prévio realizado pela SMS nas escolas e postos de saúde do município.
“O Ministério da Saúde escolheu essa faixa etária para a administração da vacina pelo fato de que a maioria das meninas dessa idade não iniciou a vida sexual. No ano que vem, essa faixa etária será diminuída para 9 a 11 anos e em 2016, crianças de 9 anos de idade”, disse Priscila Lopes, coordenadora do Departamento de Imunização da SMS.
Segundo a coordenadora, a vacinação nas escolas acontece através de um cronograma criado para o período da campanha, onde equipes dos postos de saúde se dirigem às escolas que enviaram previamente o número de alunas. “Organizamos palestras nas escolas para conscientizar as pessoas da importância da prevenção, identificamos que a rejeição não acontece nas adolescentes, mas sim em alguns pais”, lamentou.
Priscila também desmentiu os boatos de que a vacina é experimental e não se tem ideias das contraindicações. “A vacina já existe no mercado desde 2006, apenas nas clinicas particulares, chegando a custar em torno de R$ 1 mil. As meninas serão imunizadas em três doses, uma agora, outra em agosto e a última em março de 2018”, esclareceu Priscila Lopes.

Seagri e Ideflor promovem dia de campo do Sistema Agroflorestal na área rural de Marabá

Na sexta-feira (07), a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), promoveu o Dia de Campo no PA Piquiá buscando a implantação do Sistema Agroflorestal (SAF) em 12 lotes daquele assentamento.
Além de uma palestra, com orientação teórica sobre o SAF, os técnicos fizeram demonstração prática do plantio consorciado de essências florestais e frutíferas, com destaque para o açaí, além de andiroba, cajá, mogno africano, jatobá e outras espécies vegetais.
De acordo com estudos técnicos, os sistemas agroflorestais são uma alternativa sustentável de produção agropecuária, que melhora a qualidade do solo quando comparado ao mesmo terreno cultivado em sistema convencional, que geralmente apresente menor densidade, maior porosidade, menor resistência à penetração e maior agregação.
Aqui no sudeste do Pará, o sistema agroflorestal, que também pode ser agrosilvopastoril, tem como principal objetivo a recuperação de áreas degradadas pela pecuária e agricultura ao longo das últimas quatro décadas.
Psicultura em PA Escada Alta – No próximo dia 25, a equipe do Departamento de Pesca e Aquicultura da Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) estará no PA Escada Alta, região do Rio Sororó, para iniciar a implantação do Programa Piscicultura naquela região de Marabá.

Terceiro dia de inscrições do Minha Casa, Minha Vida cadastra famílias de São Felix e Morada Nova

O terceiro dia de cadastramento de famílias no programa Minha Casa, Minha Vida apresentou um tempo menor de espera e atendimento mais rápido desde o início. Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (12), as 360 senhas foram distribuídas as pessoas na fila e a equipe da Secretaria Municipal de Assistência e Promoção Social (Seasp) iniciou as inscrições.
“Tivemos um pequeno problema na hora da distribuição de senhas, nossas equipes de segurança encontraram algumas pessoas alcoolizadas causando desconforto as outras pessoas presentes na fila. Agimos rapidamente e as senhas foram distribuídas sem atraso ou outros problemas”, esclareceu o tenente coronel Marcio Fernando, comandante da Guarda Municipal.
Raimunda Rodrigues, 27, conseguiu fazer sua inscrição sem problemas. “Fui muito bem atendida pela equipe, que me inscreveu rapidamente e me deram todas as informações que solicitei”, disse ela.
O casal Tamires Rates e Geones Batista, pais da pequena Taeme, de apenas 40 dias de nascida, também conseguiram se inscrever no programa. “Estamos em uma união estável e agora que nossa filha nasceu, precisamos de um lugar só nosso, onde podemos iniciar nossa vida. É hora de deixar para trás a casa da minha mãe, é hora de termos nossa própria casa”, disse Tamires.

Seagri inicia Feiras Itinerantes do Peixe em vários núcleos de Marabá

Para atender a população com pescado de qualidade, a preços mais em conta que o praticado pelo comércio varejista, a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri), em parceria com os piscicultores de Marabá, iniciou na quarta-feira (12) a temporada de Feira Itinerante do Peixe, começando pela Folha 12, próximo ao antigo Chico Melo.
Na quinta-feira, (13), o Caminhão do Peixe estacionará na Folha 33, perto da Pracinha; na sexta-feira (14), a Feira acontece na Folha 05, ao lado do Cupu Night.
A feira prosseguirá a partir do dia 17, em local ainda a ser divulgado. No período seguinte, a parceria acontece com a Colônia Z-30. No entanto, quando se aproximar a Semana Santa, durante alguns dias a Seagri assumirá, temporariamente, a venda de pescado com maior variedade de espécies, mas ainda está à procura de fornecedor dessas variedades não encontradas na região.
Pesca e Aquicultura – Cinco propostas serão cadastradas pela Seagri no Ministério da Pesca e Aquicultura, até o mês de maio, no sentido de alavancar esses setores em Marabá. Uma sexta proposta, ainda em estudo, pode ser contemplada com recurso de emenda parlamentar do deputado Miriquinho Batista (PT/PA), cujo projeto será destinado à aquisição de uma câmara fria. Este ano, a Seagri pretende ainda construir uma estação de alevinagem, para atender aos piscicultores do município.
Conforme a coordenadora do Departamento de Pesca e Aquicultura da Seagri, Vivian Barros, os projetos em finalização referem-se à implantação de um frigorífico de peixe, a ser instalado em uma das áreas da Prefeitura de Marabá, que pode ser no Geladinho ou próximo ao Instituto Federal de Educação do Pará (IFPA), no PA 26 de março; uma fábrica de gelo, cujo local ainda não está definido.
Também, de acordo com Viviam, há projetos para a compra de dois caminhões, sendo mais um caminhão frigorífico, considerando que o existente não dá conta da demanda; e mais um caminhão-feira, exclusivamente para atender à Colônia de Pescadores Z-30. No momento, a SEAGRI tem um caminhão-feira, mas este fica à disposição dos piscicultores.

Segurança Institucional confirma para 28 de março primeiro leilão de veículos em Marabá

No dia 28 de março a Secretaria Municipal de Segurança Institucional – SMSI realiza o primeiro leilão de veículos em Marabá. A notícia foi anunciada pelo secretário Alberto Henrique Teixeira em coletiva nesta quarta- feira (12). “O Pátio de Retenção está abarrotado e, como havíamos planejado, vamos realizar o primeiro leilão de veículos da história de Marabá”, afirmou o secretário.
O leilão de motos, carros e sucatas será realizado em duas etapas, sendo que a primeira delas acontecerá dia 28 de março, no Ginásio Poliesportivo da FL 16 a partir das 10h, quando serão leiloados cerca de 270 motocicletas e 04 veículos.  A segunda etapa acontecerá dia 25 de abril, quando a SMSI disponibilizará cerca de 350 veículos para arremate.
Os bens que serão ofertados no leilão são decorrentes de apreensões de operações do DMTU, DETRAN, Polícia Civil, Justiça do Estado, dentre outros.
Anazion Albuquerque Diretor do Pátio de Retenção ressaltou sobre das dificuldades, “Lembro no inicio da gestão de João Salame, quando encontramos o local em condições precárias. Praticamente não havia acomodação para os servidores públicos e tínhamos aproximadamente 2 mil veículos no local; atualmente o pátio não está da maneira como pretendemos, ainda assim melhoramos muito”, disse.
O Diretor do Pátio de Retenção ressaltou ainda, que “tem sido um trabalho árduo zelar pelo patrimônio alheio, sempre atuando com moralidade e trabalhando atentamente na conservação dos bens e propriedades das pessoas”.
Célia Cardoso, leiloeira da empresa VIP Leilões, afirmou que o Brasil inteiro estará ofertando lances, ou seja, o leilão será tanto presencial como online.
Os arrematantes ou interessados que desejar participar presencialmente do pregão deverão apresentar CPF e RG, além da quantia de 25% (em dinheiro) em mãos, o restante da quantia paga pelo bem será depositado em conta.
Para participação on-line deverá os compradores realizar cadastro prévio no site: www.vipleiloes.com.bre seguir as orientações.
Célia disse ainda, que o bem recuperado será entregue quitado ao arrematante, exceto despesas decorrentes da transferência. No local do evento serão disponibilizados telões ou TV’s, para que os compradores assistam na íntegra as transações.
Não poderão participar do leilão os menores de idade, funcionários da SMSI, empregados ou prepostos da leiloeira e da Empresa organizadora do evento. Os veículos estarão disponíveis à visita dos interessados nos dias 26 e 27 de março no Pátio de Retenção, localizado na Fl. 17. (Texto: Andréia Melo. Edição: Ascom/PMM)

Semed e Proler iniciam programa Marabá Leitora para professores de salas de leitura

Teve início na manhã desta terça-feira (11), na sede do comitê Proler Marabá, da Fundação Casa da Cultura (FCC), o primeiro encontro de formação continuada de incentivo à leitura do projeto Marabá Leitora. Denominado “Rodas de Leitura”, o programa de formação é destinado aos professores das salas de leitura da rede municipal de ensino e, a partir de agora, deve ocorrer uma vez por mês durante o ano letivo, como explica Cláudia Borges, do Departamento de Formação Continuada da Secretaria Municipal de Educação (Semed).  
Kátia Weirich, coordenadora do comitê Proler Marabá, instituição ligada à Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, destaca que o programa de incentivo à leitura já acontece há treze anos e que a partir deste ano passa a contar com a parceria da prefeitura.
Quem também participa do encontro é a professora doutora Eliane Machado, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). Parceira do Proler e Casa da Cultura, Machado é integrante da Academia de Letras do Sul e Sudeste do Pará e escritora com livros já publicados.
No espaço da Casa da Cultura ocorre durante o encontro, exposição que homenageia os escritores locais com caricaturas do artista marabaense Rildo Brasil.

Minha Casa Minha Vida – Falta de documentos de interessados preocupam Seasp

Muitas situações inusitadas vem ocorrendo na fila do credenciamento para as moradias do programa Minha Casa Minha Vida, de responsabilidade do Governo Federal e que recebe apoio da Secretaria de Assistência Social da Prefeitura (SEASP), que nada tem a ver com a coordenação do programa naquela secretaria. Uma dessas reclamações refere-se à venda de senhas por oportunistas, prática que deve ser denunciada à polícia, visto que se trata de algo além da responsabilidade da secretaria.
Segundo Bia Cardoso, titular da SEASP, foi divulgado um calendário de atendimento para as prioridades (gestantes, portadores de necessidades especiais e idosos) e para áreas distintas da cidade. “Não há necessidade de ninguém ficar três dias na fila. Estamos trabalhando para que todos sejam atendidos”, disse.
Existem também aquelas pessoas que insistem em “furar” a fila. Bia informa essa prática apenas atrapalha e tumultua o cadastramento do Minha Casa Minha Vida e que todos os interessados serão atendidos igualitariamente.
Outro fato que tem preocupado a coordenação da SEASP é a falta de documentos. “Tem gente que se diz casada portando documento de solteira”, exemplifica Bia, complementando ainda que os portadores de necessidades especiais são obrigados a apresentar laudo médico indicando o CID (Código Internacional de Doenças) de sua deficiência. Esse código ajuda na digitalização dos dados, sendo imprescindível na identificação da preferencial.
Veja a seguir, o calendário de atendimento para cadastramento no Minha Casa Minha Vida:
DIAPÚBLICO
10 e 11/03Prioridades (Idosos, PcD, Gestantes)
de todas as localidades do município
12, 13, 14/03Núcleos São Félix e Morada Nova
17, 18, 19, 20, 21/03Complexo Cidade Nova
22/01Marabá Pioneira
24, 25, 26, 27/03Complexo Nova Marabá

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.