sexta-feira, 22 de novembro de 2013

PREFEITO QUER DÁ GOLPE NOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO











"Esse PCCR é um exagero!"




O governo está se articulando para ferrar nossa carreira. Veja trecho do PL 490, de 29 do 10/2013 que possivelmente o prefeito encaminhará para votação na próxima semana.







SOBRE ESPECIALIZAÇÃO, MESTRADO E DOUTORADO: observe que para especialista não fica resguardado o direito adquirido.





























PARA DIRETOR E VICE-DIRETOR: por que justamente agora no calor das eleições para diretor?






































SEMED AUMENTA EM MAIS DE 100% O NÚMERO DE CONTATADOS E SUBSTITUTOS






























Agora veja essa: em agosto de 2012 ( governo Maurino) havia na educação 672 trabalhadores substitutos e contratados, em agosto de 2013 (governo Salame) esse número salta para 1380! Isso é mais de 26% do número de servidores da educação! Onde está o exagero?

Reações:

10 comentários:

  1. O pior esta por vir é só esperar...kkk

    ResponderExcluir
  2. Da vontade até de rir..mas o PT e o PS precisa de cabos eleitorais..

    ResponderExcluir
  3. Não podemos aceitar tamanha afronta contra direitos adquiridos com muita luta. Chegou a hora de mostrarmos ao sr. Prefeito a força da mão que segura a palmatória,mobilização já.

    ResponderExcluir
  4. Aurismar o que vamos fazer diante dessa irregularidade do especialista não ter resguardado o direito adquirido? Já que isso fere uma lei maior acontecerá alguma mobilização?

    ResponderExcluir
  5. Vamos partir pro ataque..greve...tem outros meios dele cortar gastos, parar de contratar e da cargo comissionado. Os secretariados dele põe a disposição servidores concursados para colocar contratados.

    ResponderExcluir
  6. É preocupante essa situação. E parece que não temos a quem recorrer. Digo isso com base no que aconteceu com o convenio da UNIMED. Houve uma reunião para dicurssão na mudança de plano de empresarial para co-participativo. Ficou acertado que teríamos outra reunião, com a presença do sr prefeito e o diretor da UNIMED e servidores, para maiores esclarecimentos se mudaria ou não. Simplesmente, já recebemos novos cartões e já com o outro plano. Isso sem falar no constrangimento que passamos junto as solicitações simples, como exames de rotinas e tal. Agora é necessário autorização. Onde vamos parar? A quem recorrer? A resposta que obtivemos sobre os planos é cancele! E o tempo que contribuímos? E tem mais nos encurralaram. Está fechado para novos contratos. No caso de contratarmos o plano familiar direto unimed? Fechado também! E agora Maria? os hospitais públicos estão naquela situação. Só nos resta sorrir da palhaçada. KKKKKKKK

    ResponderExcluir
  7. Quero saber afinal quem é o grande vilão dessa estória. Quem está ferrando com os profissionais da educação é o prefeito ou essas articulações saem da cartola do PT, na pessoa do Bressan? Se alguém souber me responda.

    ResponderExcluir
  8. O prefeito está exigindo do secretário medidass de resultado.
    E o sindicato vai convocar a categoria ou vai esperar o projeto ser aprovado na câmara?
    O governo salame ja deu vários golpes na categoria. É fato.

    ResponderExcluir
  9. Você é ruim de leitura ou não viu a convocação?

    ResponderExcluir
  10. Geeeente,o Prefeito JS não tem poderes na educação pois lá quem manda é o PT,do mesmo jeito aconce na SEÚDE lá ele também não tem poderes pra nada,quem manda e decide tudo é o todo poderoso Dr.Nagib secretário de saúde que é do PMDB.
    Se não fosse isso ele já teria se livrado do traste do Sr.Paulo Geraldo que manda e desmanda na secretária,e quando ele tá de plantão no HMI,é um inferno só quer dormir.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.