sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Greve na Rede Estadual

Negociação não avança
e a greve continua


* Coordenação Estadual do Sintepp
Belém, 25 de setembro de 2013
___________________________________
Mais uma vez o governo tucano de Jatene não apresentou respostas satisfatórias às reivindicações da categoria. Primeiro tentou criminalizar o nosso movimento com uma ação na justiça, achando que com isso iria nos amedrontar.
A resposta veio com um grande ato realizado no dia 24 em que participaram, também, um número expressivo de estudantes que já não suportam mais as condições em que se encontram as escolas.
Para não ficar na mesmice, o governo apresentou, com muito atraso, duas propostas de minutas de projetos de lei: uma que regulamenta a jornada de trabalho e as aulas suplementares e outra que estabelece as normas de funcionamento do Sistema Modular de Ensino (Some). Essas minutas serão analisadas pela categoria e na próxima assembleia geral no dia 26, no ginásio dos Bancários e no dia 30/09 (segunda-feira) haverá uma nova audiência para debater especificamente as duas minutas.
Quanto às condições precárias, em que se encontram a maioria das escolas, o governo afirmou que contraiu empréstimo, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), na ordem de 200 milhões de dólares, para a melhoria na infraestrutura das escolas e para a formação continuada.
Sobre a criação da carreira específica dos funcionários de escola o governo disse não concordar com isso e propõe um PCCR geral para todos os funcionários da administração pública do estado.
A gratificação de titularidade, congelada desde o ano passado, o governo diz que apresentará uma proposta (quando?) de como pagar e sobre aos pró-labores atrasados o compromisso do governo é pagar em outubro próximo.
Em relação às eleições diretas para diretor o governo afirmou que está em vigor o Decreto nº 214/2009 que estabelece o processo de eleição e que as escolas podem realizá-las sem nenhum impedimento.
Retroativo do piso, a afirmação do governo continua sendo a de que não existe possibilidade de pagar o que o estado nos deve por falta de suporte orçamentário.
Reforce as reuniões por Regionais, Subsedes e Escolas. Avalie você trabalhador (a) em educação a proposta do governo.

Assembleia Geral
26|09 - Ginásio dos Bancários, 9h
Rua 28 de setembro, px à Doca
 
Baixe aqui o panfleto para mobilizar sua escola
 

_________________________________________

Rua 28 de setembro, 510 - Campina - Belém - Pará

(91) 32420464 - 32236096 - 3347 1559

Siga-nos nas redes sociais
tweter: @sintepp - face: Sintepp.Estadual


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.