segunda-feira, 22 de julho de 2013

INFORMATIVO DA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE MARABÁ - SECOM Secom - Prefeitura de Marabá


Estefani Carvalho, da Marabá Pioneira, vence concurso Garota Verão Marabá 2013

Este último domingo do mês de julho foi animado em Marabá. Depois de uma chuva rápida em alguns pontos da cidade, o sol resolveu aparecer com força total e acabou atraindo novamente um grande número de marabaenses e turistas até a Praia do Tucunaré, todos dispostos a aproveitar ao máximo a programação oficial de verão promovida pela Prefeitura.
Uma das atrações mais aguardadas, a 22ª edição do Concurso Garota Verão, que este ano voltou a ser realizado no palco armado no balneário, levou charme e beleza às areais da Praia do Tucunaré. Por volta das 16h, as quinze candidatas, de diversos bairros da cidade, começaram a desfilar na passarela, sob o olhar atento do corpo de jurados, formado por profissionais de diversas áreas, entre eles designer e estilistas.
Estefani Carvalho, 20 anos de idade, foi a grande vencedora do concurso. Residente na Marabá Pioneira, a garota recebeu os cumprimentos dos juízes, de sua torcida e também de amigos e familiares. “Eu estava confiante e estou muito feliz por ter conseguido vencer o concurso. Muito obrigada aos juízes e a plateia”, agradeceu a Garota Verão 2013.
Aline Ester e Cássia Fernin conquistaram o segundo e terceiro lugar no concurso e todas as participantes receberam presentes e brindes no palco.
Estefani Carvalho Garota Verão 2013 Foto - HELDER MESSIAHS.jpgEstefani Carvalho Garota Verão 2013 Foto - HELDER MESSIAHS.jpg

Para atender ribeirinhos Seasp recebe lancha do Ministério do Desenvolvimento Social

Para desenvolver de forma mais eficiente políticas de assistência social, o Governo Federal criou, há um ano, o Programa Brasil Sem Miséria. Entre tantas outras ações, o programa prevê a entrega, aos municípios, de equipamentos que ajudem a tornar mais eficiente suas ações sociais. Nesta sexta-feira(26), o município de Marabá recebeu uma das lanchas destinadas por este programa para a região Norte do país.
“Fomos o primeiro município a receber esse beneficio devido a nossa localização entre esses dois grandes rios, Tocantins e Itacaiúnas e esta lancha será muito útil no desenvolvimento das ações da Prefeitura”, esclareceu Bia Cardoso Salame, secretária de Assistência e Promoção Social.
Com esta parceria entre Prefeitura de Marabá e Governo Federal será possível a expansão da estratégia denominada Busca Ativa, através da qual a Seasp desloca técnicos para identificar as carências e atender de forma eficiente as demandas da população ribeirinha. A Busca Ativa é uma estratégia do Plano Brasil Sem Miséria e pretende levar o Estado ao cidadão, sem esperar que as pessoas mais pobres cheguem até o poder público. Esta será a primeira vez que Marabá terá este tipo de programa.
O prefeito João Salame também esteve presente no ato de entrega e se mostrou satisfeito com as novas possibilidades de aperfeiçoamento no atendimento aos cidadãos. “Com esta embarcação poderemos integrar ações através da Secretária de Saúde, Saci e outros órgãos, de modo que essa população possa sentir que realmente o governo se importa com ela”, disse o prefeito, durante o primeiro passeio da lancha no rio Tocantins.

Seasp promove 1ª Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

A Secretaria Municipal de Assistência Social em parceira com o Movimento de Mulheres Negras promove neste sábado (27), a 1ª Conferência Municipal da Promoção da Igualdade Racial. O evento acontecerá no plenário da Câmara Municipal a partir das 8 horas da manhã e contará com a participação da sociedade civil organizada.
A conferência tem por objetivo a discussão de planos no combate ao racismo e eleição de delegados que possam participar das conferências estadual e nacional, que acontecem nos meses de agosto e setembro.
Foram definidos quatro grupos de discussão na conferência. Além de discutir Estratégia para o desenvolvimento e enfrentamento do racismo, os participantes também debaterão Políticas de igualdade racial – avanços e desafios, Participação política e controle social e Instrumentos de combate ao racismo.
“Os quatro temas giram em torno da mulher e juventude negras, além da preservação dos territórios tradicionais”, explicou Ana Poty, representante do Movimento de Mulheres Negras.
O grande objetivo do encontro é a reafirmação e ampliação do compromisso do município e da sociedade em relação ao combate e enfrentamento do racismo na busca pela democracia plena.

PROCOM/Marabá intensifica fiscalização de ônibus e vans

Neste período de férias e viagens no mês de julho o PROCON vem fiscalizando ainda com mais rigor as empresas de transporte interurbano de passageiros que operam em Marabá. Nesta sexta-feira (26), uma nova fiscalização na Estação Rodoviária da Folha 32 foi realizada, dessa vez em parceria com a Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) e com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
No total, foram fiscalizados 12 vans e 8 ônibus, além de banheiros e lanchonetes no terminal de passageiros. A falta de equipamentos de segurança como cintos de segurança, extintores de incêndio fora do prazo de validade e poltronas defeituosas foram as irregularidades mais encontradas nos veículos, além do forte odor em alguns banheiros.
Ao fim da fiscalização, 3 empresas foram notificadas e 2 autuadas com base no artigo 6 da Lei 2181/97 que dispõe da segurança do veiculo de transporte de passageiros.

Neste domingo Praia do Tucunaré recebe 22º Garota Verão

Com a aproximação do final do mês de julho, o veraneio em Marabá se torna cada vez mais movimentado e o próximo domingo (28) na Praia do Tucunaré promete fortes emoções. Além dos jogos de futebol de areia e do show da banda Kassikó, haverá espaço para o charme e a beleza das marabaenses. Quinze candidatas disputarão, a partir das 16h, o titulo de Garota Verão, concurso que já virou tradição na cidade e alcança sua 22ª edição.
O projeto é resultado da parceria da Secretaria Municipal de Turismo – Semtur, com a promotora de eventos Rayta Solaris. As garotas serão avaliadas por um corpo de jurados composto por sete profissionais de beleza. “Elas serão avaliadas nos quesitos beleza, simpatia e passarela. É importante lembrar que elas moram em Marabá e residem em diversos núcleos da cidade”, contou Rayta.

Prefeitura de Marabá vai receber sugestões ao PPA através da internet

O secretário de Planejamento, Beto Salame e o vice-prefeito, Luiz Carlos Pies, coordenam a elaboração do Plano Plurianual (PPA) de Marabá para o quadriênio 2014-2017. Falando ao Portal da Prefeitura de Marabá, os dois mostraram que o PPA, antes visto apenas como uma peça burocrática e legal, na gestão do prefeito João Salame ganhou relevância e é considerado documento estruturante para a fixação de metas consideradas estratégicas para o município,
“Queremos que o PPA seja fruto tanto dos debates internos, travados entre os diversos órgãos que formam a administração municipal, quanto das discussões que mantemos com a sociedade”, afirma Beto Salame.
Um dos mais atuantes nas discussões do PPA, o vice-prefeito Luiz Carlos Pies reafirma o caráter participativo do plano que está sendo elaborado.
“O PPA sempre foi considerado algo meramente formal. Nós estamos mudando está mentalidade. Através de audiências públicas e usando as novas ferramentas da internet, nós queremos dar voz ao cidadão. Queremos que todos, governo e população, estejam profundamente comprometidos com as decisões estratégicas estabelecidas no PPA”, disse Luiz Carlos.
Para facilitar o recolhimento de sugestões e aproximar ainda mais a população das discussões do PPA, está sendo elaborado um calendário de audiências públicas nas áreas urbana e rural do município. Durante as audiências, gestores e técnicos apresentarão as propostas alinhavadas nas diversas oficinas que estão sendo realizadas e ouvirão das comunidades quais as ações que elas consideram prioritárias.
Além disso, através do Portal da Prefeitura de Marabá (www.maraba.pa.gov.br), será possível reunir sugestões de programas, projetos e ações que a população considere relevantes. Elaboradas diretamente por qualquer cidadão residente no Município, as sugestões recolhidas serão avaliadas e, na medida do possível, incluídas no PPA.
Uma área específica no sítio da Prefeitura foi criada para receber as sugestões dos internautas. Na barra lateral direita do Portal, no ícone PPA 2014/2017, quem acessar deverá preencher um formulário e em seguida poderá deixar sua sugestão.
“Nossa ideia é facilitar a interação entre governo e sociedade. Através da internet mais pessoas poderão opinar e nos ajudar a elaborar um PPA que reflita o sentimento de mudança de rumos e reconstrução de Marabá”, afirma Beto Salame.

Infraero apresenta à Prefeitura projetos de expansão do aeroporto de Marabá

O prefeito João Salame Neto recebeu nesta quarta-feira (24) representantes da Superintendência Regional da Infraero, que vieram apresentar detalhes sobre as obras de expansão do aeroporto de Marabá, orçadas em R$ 7 milhões de reais. A Infraero acredita que em seis meses, a partir do inicio da obra, ela esteja concluída. O aumento do espaço para embarque e desembarque é o principal alvo da reforma, que abrange também a criação de novas áreas de estacionamento.
Segundo os representantes, a Infraero tem em seu Plano Diretor, para 2015, a construção de um terminal de logística na área próxima ao aeroporto. O projeto visa garantir a expansão da distribuição de cargas e aumentar o número de voos programados.
Outro assunto debatido na reunião foi referente à área em torno da pista que é considerada zona de ruído. O ruído decorrente do tráfego aéreo nessas áreas oferecem grandes riscos à saúde da população. Por isso, desde 1987, através da Portaria No 1.141/GM5 foram criados os Planos de Zoneamento de Ruído (PZR). Os PZR são instrumentos que, a longo prazo, viabilizam a adequação do desenvolvimento do solo nas áreas afetadas pelo ruído aeronáutico, uma vez que algumas atividades como escolas, hospitais e residências, que são mais sensíveis ao ruído, não são permitidas nestes locais.
Por esse motivo a Infraero está construindo um muro para isolar o local que também dá acesso a pista de pouso e decolagem. Com a construção do muro evita-se ainda a invasão da área que vai abrigar o terminal logístico.
“Temos uma questão delicada para resolver, porque nessa mesma área há um campo de futebol que é utilizado há mais de 16 anos e ele está cerca de 70 metros dentro dessa zona de ruído”, lembrou o prefeito.
Para resolver o impasse ficou acertado que os moradores da área serão convidados para conhecer os projetos da Infraero e esta se compromete em ceder outra área para a construção de um campo de futebol completo, através de parceria com a Prefeitura Municipal.
Ainda não há uma data definida para o encontro com a comunidade. A Infraero pretende reunir-se, também, com o setor empresarial de Marabá para expor o projeto de ampliação do aeroporto.-- 
Assessoria de Comunicação - Ascom
Prefeitura de Marabá 
(94) 3322 1140
3 anexos — Baixar todos os anexos (zipado para )   Exibir todas as imagens   Compartilhar todas as imagens  
Lancha recebida pela Seasp - Foto - HELDER MESSIAHSJPG.jpgLancha recebida pela Seasp - Foto - HELDER MESSIAHSJPG.jpg
259K   Visualizar   Compartilhar   Baixar  
Beto Salame e Luiz Carlos Pies - Foto - HELDER MESSIAHS.jpgBeto Salame e Luiz Carlos Pies - Foto - HELDER MESSIAHS.jpg
291K   Visualizar   Compartilhar   Baixar  
Candidatas Garota Verão - Foto - HELDER MESSIAHS JPG.jpgCandidatas Garota Verão - Foto - HELDER MESSIAHS JPG.jpg
391K   Visualizar   Compartilhar   Baixar
Seasp oferece Programa de Formação Continuada para servidores

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Seasp) promoveu nos dias 25 e 26 de julho (quinta e sexta-feira), a primeira etapa do Programa de Formação Continuada para servidores da secretaria. Com o tema “Refletindo sobre os Direitos e Cuidados da Criança e Adolescente em situação de Acolhimento Institucional”, a formação teve por objetivo debater métodos e processos para o acolhimento e cuidado de crianças em situação de abandono ou violência.

O evento contou com a parceria do Ministério Público, que apresentou palestrantes habilitados para instruir os técnicos da Seasp sobre os métodos pedagógicos para o acolhimento de cada menor. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) foi um tema também discutido no evento além da construção social e históricas dos espaços de acolhimento na cidade.

“Os serviços de acolhimento deverão prestar cuidados de qualidade, condizentes com os direitos e as necessidades físicas, psicológicas e sociais da criança e do adolescente”, afirmou Nadjalúcia Lima, representante da Seasp.

A Seasp vem desenvolvimento ações que garantam a proteção a menores em risco de vulnerabilidade social e a formação continuada é um dos projetos que possibilitam aperfeiçoar o atendimento a essas crianças e adolescentes.
  • Neste domingo tem Banda Kassikó na praia do Tucunaré(26/07)

Neste último domingo de julho, a programação oficial do Verão 2013, patrocinada pela Prefeitura de Marabá, ganha um reforço de peso. No palco que está sendo montado na praia do Tucunaré, a banda Kassikó promete fazer balançar os veranistas ao som de muito forró, brega e melody, contando agora com a voz marcante de Laise Lira, vocalista que juntou-se à banda.

O show da Kassikó acontece a partir das 15h, mas a animação na praia do Tucunaré começa às 10 da manhã, com DJ’s se revezando no palco. A seguir, a Academia Flex se apresenta, misturando ginástica e dança. Enquanto isso, na arena de esportes, acontecem as finais do futebol de areia.

Em meio a todas essas atrações, brindes e prêmios diversos serão sorteados para a plateia.



Vale e Prefeitura de Marabá assinam convênios de cooperação nas áreas de saúde e infraestrutura

24 de jul (2 dias atrás)

A Vale, por meio do projeto Aços Laminados do Pará (Alpa), e a Prefeitura Municipal de Marabá formalizaram a assinatura de três convênios de cooperação para a realização de obras de melhorias na cidade. Os convênios totalizam mais de R$ 7 milhões em investimentos nas áreas de saúde e infraestrutura e fazem parte dos compromissos assumidos pela empresa para implantação do projeto Alpa.

Na área de saúde, os dois convênios somam mais de R$ 3,0 milhões, que serão aplicados para custear a reforma do Hospital Municipal de Marabá (HMM) e de cinco unidades básicas de saúde. A reforma do HMM será feita nos setores do centro cirúrgico, na unidade de tratamentos especiais (UTE), nos leitos psicossociais, na cozinha e lavanderia hospitalares.

Assim como as obras do HMM, a reforma de adequação e melhoria da infraestrutura dos cinco postos de saúde tem por objetivo proporcionar melhores condições de atendimento à população e de trabalho aos profissionais. As unidades básicas de saúde que receberão as obras serão definidas pela Prefeitura.

Na área de infraestrutura, o aporte de mais R$ 4,0 milhões será destinado à construção de uma nova célula no aterro controlado de Marabá, com capacidade para receber cerca de 170 toneladas de resíduos sólidos por dia. A nova área ampliará a vida útil do aterro e terá condições de melhorar a destinação final dos resíduos urbanos, se adequando integralmente às normas ambientais existentes para este tipo de espaço.

A destinação final dos resíduos sólidos é motivo de preocupação constante na atual administração de Marabá. “Esta parceria com a Vale é muito importante. Precisamos dar tratamento adequado ao lixo recolhido. No próximo dia 1º de agosto vamos realizar a 4ª Conferência de Meio Ambiente e este tema, com certeza, será o centro das discussões. Vamos buscar de todas as formas preparar Marabá para, no futuro, além do aterro controlado, termos um verdadeiro aterro sanitário, com coleta seletiva e reciclagem do lixo que produzimos”, disse o prefeito João Salame Neto.

Para o diretor Institucional da Vale no Pará e presidente da Alpa, João Coral, os convênios representam a continuidade das parcerias da empresa com o desenvolvimento de Marabá e mais um dos compromissos assumidos pela implantação da Alpa. “A Vale vem apoiando as ações de melhoria no aterro desde 2010, quando contratamos uma empresa de consultoria para elaboração de diagnóstico e execução de obras para adequação do antigo lixão em aterro controlado, estágio em que se encontra atualmente. Ficamos felizes pela continuidade da parceria com a prefeitura que poderá executar novas obras em beneficio da população”, afirma o diretor.

No aterro controlado, os resíduos não ficam mais expostos a céu aberto, são lançados em cavas e cobertos por uma camada de argila compactada, reduzindo a proliferação de insetos e ratos, além de urubus, vetores que podem colocar em risco a saúde da população e a segurança aeroportuária.

Os convênios estabelecem o repasse de recursos financeiros por parte da Alpa à Prefeitura de Marabá, que fará a contratação de empresas especializadas para a execução das obras.



Semma intensifica fiscalização sobre empresas que extraem areia em Marabá


Em busca da legalização e credenciamento de empresas que retiram areia dos rios de Marabá, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem fiscalizado, desde o inicio do ano, todas as embarcações que exercem essa atividade.

“Estamos mantendo um controle rígido na fiscalização. A Semma tem três departamentos que vão desde o credenciamento, passando pelo atendimento ao cidadão até chegar à fiscalização. Nosso compromisso é tornar ainda mais rigoroso o controle dessa atividade”, esclareceu o secretário de Meio Ambiente, Carlos Brito.

O secretário também alertou donos e condutores das embarcações para que portem sempre a licença ambiental concedida pela Prefeitura. “Lugar da licença é no local de operação e não nos escritórios”, disse Brito. Ele avisou também que durante as fiscalizações, comprovada a ausência da licença, as embarcações e veículos serão apreendidos.

Para deixar clara a orientação, uma reunião com todas as empresas desse ramo está sendo articulada e a data e local serão em breve anunciados pela Semma. “Não queremos que paire a menor dúvida sobre nossos procedimentos, para que ninguém alegue, depois, que desconhecia o assunto”, afirma o secretário de Meio Ambiente.

Para melhorar tráfego na VP-8, DMTU pede reabertura de acesso à Folha 27


A Secretaria de Obras, atendendo pedido do Departamento Municipal de Trânsito Urbano (DMTU), iniciou essa semana a reabertura do retorno que liga a Vp 08 à entrada da folha 27, no núcleo Nova Marabá. A entrada do bairro fica próxima ao prédio da Prefeitura Municipal e foi fechado na administração passada.

“A reabertura da passagem foi uma reivindicação dos moradores da 27, temos comercio como restaurantes, papelarias e outros estabelecimentos no bairro e o fechamento dessa passagem prejudicou a todos”, esclareceu o diretor do DMTU, capitão Emmett Mouton.

Sofrendo pequenas alterações, a obra servirá como um retorno através da rotatória que dá acesso ao bairro, já que não será permitida a conversão diretamente na pista da Vp 08. Somente um sentido da via será disponibilizado para retorno, continuando o outro a ser utilizado como estacionamento para carros e motocicletas.

Espera-se também que com essa ação haja uma melhora no trânsito na área próxima ao retorno situado na entrada da folha 28, local onde o tráfego fica lento e complicado em horários de pico.

“A liberação da via será autorizada apenas após a colocação do semáforo e pintura das três faixas de pedestres. Acreditamos que até a segunda quinzena do mês de agosto tudo já estará concluído”, disse Emmett.
Prefeitura realiza obras de recuperação e limpeza de ruas nas Folhas 05 e 28


Continuando os projetos de revitalização e manutenção das ruas de Marabá, a Secretaria de Obras iniciou, essa semana, ações nas Folhas 05 e 28 no núcleo Nova Marabá. O objetivo é a recuperação e preparo de ruas e vias para o inicio das obras de asfaltamento que serão lançadas pelo prefeito João Salame.

Nesta terça-feira (23) nas quadras 26, 27,28, 29 e 30 da folha 28 a colocação de manilhas foi o primeiro passo para a melhoria nas ruas. Segundo Genilson Amorim, responsável pela obra, serão colocadas manilhas ao longo de 1,5 km de ruas no bairro.

“Aqui era difícil até andar de bicicleta. Com o aterro pode passar até carro agora”, comemorou o morador José Soares, que aproveitou para avaliar de forma positiva a gestão de João Salame.

Outra equipe esteve trabalhando durante todo o dia na folha 05 fazendo o desentupimento de bueiros em ruas próximas à ponta rodoferroviária. Na ação, as manilhas antigas foram quebradas para a limpeza e retirada de entulhos dos canais. “Vamos colocar caixas de esgoto em todo o percurso. O objetivo é impedir entupimentos futuros”, disse Paulo Sérgio do Rosário, responsável pela equipe na folha 05.

A operação de recuperação de vias asfaltadas também não parou nesta terça-feira. A área da Vp 03 em frente à folha 20 recebeu terraplanagem, retirada de asfalto defeituoso e colocação de uma camada de asfalto usinado a quente de 9 centímetros de asfalto. “Esses nove centímetros são necessários levando em consideração o tráfego intenso de veículos na via”, esclareceu Manoel Francisco, responsável pela ação naquela via.

Até o fim do mês estão previstas a conclusão da recuperação da Transmangueira e da rotatória da folha 17, que dá acesso à Vp 08 e ao Ginásio Poliesportivo “Renato Veloso”, na Folha 16.
Semed realiza cadastramento de alunos no residencial Tiradentes


A Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciou ontem (23) o cadastramento dos alunos que se mudaram com as famílias para o residencial Tiradentes, localizado entre Morada Nova e São Félix. O cadastramento é para saber o número exato de alunos, quantos já conseguiram lotação em escolas às proximidades do residencial, quem ainda não conseguiu e quantos continuarão estudando nas escolas de outros núcleos habitacionais.

Com base no resultado do cadastramento, a Semed vai tomar as medidas cabíveis, como a possível locação de espaço para abrigar novas turmas, além de disponibilizar transporte. Segundo o secretário de Educação, Luiz Bressan, todo esse problema foi causado porque a gestão passada não construiu logo, junto com o residencial, escola e outras obras de importantes, como postos de saúde.

Por conta disso, os moradores, por enquanto, terão que estudar em estabelecimentos de ensino às proximidades ou distantes do bairro, principalmente os alunos do 5ª a 8ª séries ( 6º e 9º ciclos). Ainda segundo o secretário, agora já foi apresentando projeto junto ao FNDE (Fundo Nacional Desenvolvimento da Educação), para construção de uma escola de Ensino Fundamental e um Núcleo de Educação Infantil (NEI) no residencial.

“É um compromisso do prefeito João Salame garantir vaga e qualidade de ensino para todos os que quiserem estudar. Por isso, de imediato, vamos tomar toda as medidas para garantir que nenhuma criança do residencial fique sem escola. Com a construção da escola e do NEI, parte desse problema será sanado”, diz o secretário.

Os moradores, elogiaram a iniciativa do governo, agradecendo ao prefeito João Salame pelo empenho em garantir educação para todos. Logo no primeiro dia, cerca de 200 alunos foram cadastrados. Assessoria de Comunicação - Ascom
Prefeitura de Marabá
(94) 3322 1140
5 anexos — Baixar todos os anexos (zipado para ) Exibir todas as imagens Compartilhar todas as imagens
JS TRABALHANDO.jpg
316K Visualizar Compartilhar Baixar

Extração de Areia - Foto - HELDER MESSIAHS.jpg
219K Visualizar Compartilhar Baixar

Terraplanagem Folha 28 - foto - HELDER MESSIAHS.JPG
1888K Visualizar Compartilhar Baixar

Terraplanagem Folha 28 (2) Foto - HELDER MESSIAHS.JPG
1708K Visualizar Compartilhar Baixar

João Coral.jpg
1070K Visualizar Compartilhar Baixar



A Prefeitura de Marabá, promove entre os dias 1º e 3 de agosto, a 4ª Conferência Municipal de Meio Ambiente, informa Carlos Brito, titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente – Semma. As atividades da Conferência acontecem no plenário da Câmara Municipal, sempre a partir das 8 horas da manhã.


Com o tema nacional Vamos cuidar do Brasil, a conferência tem o objetivo de discutir e formular propostas que levem à elaboração da Política Nacional dos Resíduos Sólidos, envolvendo a coleta do lixo nas cidades e a destinação final dos resíduos. No evento também serão escolhidos delegados para a apresentação das propostas na Conferência Estadual e, posteriormente, entre os dias 24 e 27 de outubro, na Conferência Nacional, em Brasília.


“Os municípios coletam o lixo de alguma forma, o grande problema está na forma como ele é armazenado, qual o seu destino final. Esse é o objetivo da conferência: a discussão de projetos para talvez chegarmos ao resíduo zero”, esclareceu Carlos Brito.


Foram definidos cinco eixos temáticos com base no tema central fornecido pelo Ministério do Meio Ambiente – MMA, que serão discutidos com a participação do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam) e da sociedade em geral. Além de Produção e Consumo Sustentáveis, serão objeto de debates a Política de Redução de Impactos Ambientais, Geração de emprego e Renda, Educação Ambiental e Financiamento de Custos decorrentes do cumprimento da legislação sobre resíduos sólidos.
Com gramado novo, Zinho Oliveira é reaberto com empate entre Águia e Santa Cruz


Na tarde deste domingo (21), mais de dois meses depois de ser fechado para reforma, o estádio Zinho Oliveira, praça de esportes das mais tradicionais do Pará, reabriu seus portões para receber o Águia de Marabá e seus apaixonados – além de preocupados, mas esperançosos – torcedores. Ocupando o meio da tabela, o Azulão precisava da vitória para engrenar de vez na fase classificatória da Série C do Brasileirão, mas o bom público que compareceu ao Zinho acabou testemunhando apenas o empate do time da casa com o Santa Cruz, do Recife.


Antes da bola rolar, o prefeito João Salame Neto, acompanhado de assessores e secretários, participou da solenidade de reabertura do estádio e afirmou que, nesta primeira etapa, os vestiários e cabines de rádio foram restaurados e o gramado velho e desgastado deu lugar a um novo, formado por grama esmeralda, adequada ao futebol e bem resistente ao clima quente e úmido de Marabá. Mas as obras de restauração e revitalização seguem.


Em relação ao Zinho Oliveira, a revitalização das arquibancadas descobertas, colocação de alambrados novos, um novo serviço de som e a restauração do placar eletrônico são metas da gestão de Salame para os próximos meses.


“Estamos trabalhando para concluir o estádio novo. Mas, enquanto resolvemos os problemas deixados pela gestão passada, vamos investindo no Zinho Oliveira para tornar este estádio ainda mais acolhedor para o Águia e nossos torcedores” disse Salame, “e um caldeirão para os adversários”, complementou o prefeito.


Salame, antes de descerrar a placa comemorativa da reforma, fez questão de elogiar o empenho dos secretários de Obras, Antônio de Pádua e o de Esporte e Lazer, Erton Luiz Vigne, que atuando de forma conjunta, viabilizaram a revitalização do Zinho Oliveira.


No gramado novo, que resistiu muito bem ao primeiro jogo, e com João Salame na arquibancada, o Azulão marabaense, apenas empatou em 1 a 1 com o Santa Cruz, do Recife. Danilo Galvão foi o autor do gol de empate do time marabaense, já no segundo tempo da partida. Agora, com oito pontos ganhos, o Águia volta ao gramado do Zinho neste domingo (28), às 16h, para enfrentar o Brasiliense, pela sexta rodada da Série C.


Com dez pontos ganhos, o Brasiliense está imediatamente à frente do Águia. A vitória no confronto vale a sexta posição ao Azulão que se aproximaria do sonhado G4, zona de classificação à próxima fase. Depois de enfrentar ao Brasiliense, o Águia jogará duas partidas seguidas fora de casa – contra Baraúnas (RN) e Treze (PB) e voltará a atuar em Marabá apenas no dia 10 de agosto, quando enfrenta o Luverdense (MT).





A Prefeitura de Marabá, promove entre os dias 1º e 3 de agosto, a 4ª Conferência Municipal de Meio Ambiente, informa Carlos Brito, titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente – Semma. As atividades da Conferência acontecem no plenário da Câmara Municipal, sempre a partir das 8 horas da manhã.


Com o tema nacional Vamos cuidar do Brasil, a conferência tem o objetivo de discutir e formular propostas que levem à elaboração da Política Nacional dos Resíduos Sólidos, envolvendo a coleta do lixo nas cidades e a destinação final dos resíduos. No evento também serão escolhidos delegados para a apresentação das propostas na Conferência Estadual e, posteriormente, entre os dias 24 e 27 de outubro, na Conferência Nacional, em Brasília.


“Os municípios coletam o lixo de alguma forma, o grande problema está na forma como ele é armazenado, qual o seu destino final. Esse é o objetivo da conferência: a discussão de projetos para talvez chegarmos ao resíduo zero”, esclareceu Carlos Brito.


Foram definidos cinco eixos temáticos com base no tema central fornecido pelo Ministério do Meio Ambiente – MMA, que serão discutidos com a participação do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam) e da sociedade em geral. Além de Produção e Consumo Sustentáveis, serão objeto de debates a Política de Redução de Impactos Ambientais, Geração de emprego e Renda, Educação Ambiental e Financiamento de Custos decorrentes do cumprimento da legislação sobre resíduos sólidos.
Com gramado novo, Zinho Oliveira é reaberto com empate entre Águia e Santa Cruz


Na tarde deste domingo (21), mais de dois meses depois de ser fechado para reforma, o estádio Zinho Oliveira, praça de esportes das mais tradicionais do Pará, reabriu seus portões para receber o Águia de Marabá e seus apaixonados – além de preocupados, mas esperançosos – torcedores. Ocupando o meio da tabela, o Azulão precisava da vitória para engrenar de vez na fase classificatória da Série C do Brasileirão, mas o bom público que compareceu ao Zinho acabou testemunhando apenas o empate do time da casa com o Santa Cruz, do Recife.


Antes da bola rolar, o prefeito João Salame Neto, acompanhado de assessores e secretários, participou da solenidade de reabertura do estádio e afirmou que, nesta primeira etapa, os vestiários e cabines de rádio foram restaurados e o gramado velho e desgastado deu lugar a um novo, formado por grama esmeralda, adequada ao futebol e bem resistente ao clima quente e úmido de Marabá. Mas as obras de restauração e revitalização seguem.


Em relação ao Zinho Oliveira, a revitalização das arquibancadas descobertas, colocação de alambrados novos, um novo serviço de som e a restauração do placar eletrônico são metas da gestão de Salame para os próximos meses.


“Estamos trabalhando para concluir o estádio novo. Mas, enquanto resolvemos os problemas deixados pela gestão passada, vamos investindo no Zinho Oliveira para tornar este estádio ainda mais acolhedor para o Águia e nossos torcedores” disse Salame, “e um caldeirão para os adversários”, complementou o prefeito.


Salame, antes de descerrar a placa comemorativa da reforma, fez questão de elogiar o empenho dos secretários de Obras, Antônio de Pádua e o de Esporte e Lazer, Erton Luiz Vigne, que atuando de forma conjunta, viabilizaram a revitalização do Zinho Oliveira.


No gramado novo, que resistiu muito bem ao primeiro jogo, e com João Salame na arquibancada, o Azulão marabaense, apenas empatou em 1 a 1 com o Santa Cruz, do Recife. Danilo Galvão foi o autor do gol de empate do time marabaense, já no segundo tempo da partida. Agora, com oito pontos ganhos, o Águia volta ao gramado do Zinho neste domingo (28), às 16h, para enfrentar o Brasiliense, pela sexta rodada da Série C.


Com dez pontos ganhos, o Brasiliense está imediatamente à frente do Águia. A vitória no confronto vale a sexta posição ao Azulão que se aproximaria do sonhado G4, zona de classificação à próxima fase. Depois de enfrentar ao Brasiliense, o Águia jogará duas partidas seguidas fora de casa – contra Baraúnas (RN) e Treze (PB) e voltará a atuar em Marabá apenas no dia 10 de agosto, quando enfrenta o Luverdense (MT).


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.