terça-feira, 18 de junho de 2013

LIMPANDO A M...

GOSTARIA QUE TODO CONSELHEIRO LESSE COM ATENÇÃO ESSA POSTAGEM.

Número é coisa complicada, parece mulher vingativa, por isso é que prefiro as palavras, escritas, diga-se, pois tenho sobre elas o total controle. Na reunião de ontem com os conselheiros, eu falei dos números das folhas de pagamento dos meses de janeiro a abril de 2013. No entanto, houve um atropelo da minha parte, pois falei apenas da folha total liquida, aquela que é paga para o servidor já com todos os descontos efetuados. Pelos números que expus na reunião, as folhas oscilavam de 6,5 milhões para 7,3 milhões, o que pelo nosso entendimento daria para pagar o retroativo com toda folga, e foi isso que os companheiros ali presentes entenderam. A folha bruta, companheiros, aquila que realmente deve ser paga mês a mês pela prefeitura, chega próximo aos 10 milhões, como nesse mês de junho temos o terço de férias, a coisa complica bastante.
Para sanar quaisquer dúvidas a esse respeito, apresento abaixo as planilhas que nos foram apresentadas na última reunião do Conselho do Fundeb pela equipe da Semed. De já peço desculpas e compreensão aos colegas pelo meu erro.

1. FOLHA DE PAGAMENTO DE JANEIRO/2013






2. FOLHA DE PAGAMENTO DE FEVEREIRO/2013




3. FOLHA DE PAGAMENTO DE MARÇO/2013






4. FOLHA DE PAGAMENTO DE ABRIL/2013





Para tentar convencer de que não há recursos, a prefeitura apresentou a planilha abaixo na Mesa de Negociação. 

Reações:

7 comentários:

  1. E isso significa o que? Que eles estao certos? Que realmente nao tem como nos pagar?

    ResponderExcluir
  2. Não. Significa que errei nos números. Não podemos esquecer dos recursos próprios.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Aurismar. Gostaria de saber se o valor que entra do fundeb mais o valor dos recursos próprios da prefeitura seria suficiente para que o nosso pagamento seja feito sem parcelamento dos atrasados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai é que está, Ana Paula, nas nossas contas dá, mas nas contas deles não.

      Excluir
  4. Os números realmente não são favoráveis. Mas vamos ver quais são as possibilidades de negociação. Na quarta-feira o Governo vai tomar uma decisão sobre que proposta poderá ofertar e cumprir!

    O SINTEPP já deixou claro na reunião de ontem que a categoria não aceita parcelamento. Portanto, no dia 20/06/2013, será o dia certo da categoria mostrar que realmente não aceitará parcelamento. O CMRE decidiu pela convocação da categoria exatamente para que a categoria diga o que realmente podemos aceitar.

    ResponderExcluir
  5. Prof, Aurismar com toda essa problemática FINANCEIRA instalada na educação do municipio, é hora de economizar com contratos desnecessários, como exemplo a Coordenadora da Biblioteca do professor, que insistem em mantê-la neste cargo, e pelo que sei a sua gestão não é lá essas coisas, deixa a desejar, isso merece destaque e providências urgentes, no sentido de economizar o dinheiro do FUNDEB, afinal isso é um gasto a mais, e pode ser cortado.

    ResponderExcluir
  6. Ao meu ver o Joao Enrrolam não aplica oz 25% na educaçao. Esse cara é Galego.. o prefeito fala muito e faz muito pouco. Trocamos 6 por meia dúzia



    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.