quinta-feira, 6 de junho de 2013

DICA DE REDAÇÃO PARA A GALERA QUE VAI FAZER O ENEM

 Na hora de corrigir as redações do Enem, os avaliadores observam o desempenho dos alunos em 5 competências.  Em cada competência o candidato pede marcar de 50 a 200 pontos. A primeira dessas competências diz respeito ao domínio da norma culta da língua escrita. O avaliador vai observar os erros e acertos na escrita da língua considerando 5 aspectos, conforme descritos no quadro abaixo. Estaremos apresentando aqui uma série de postagens revisando cada uma dessas competências em seus vários aspectos a serem trabalhados pelos professores. Na postagem abaixo estamos revisando um dos aspectos da Competência 1.
 

Competências
Aspectos considerados na avaliação da competência I
I
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita
a)      Adequação ao registro: grau de formalidade; variedade linguística adequada ao tipo de texto e à situação de interlocução.
b)      Norma gramatical: sintaxe de concordância; regência e colocação, pontuação e flexão.
c)      Convenção da escrita: escrita das palavras (ortografia, acentuação).
d)      Maiúsculas e minúsculas.

PARA COMPREENDER AS REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA 

É necessário revisar alguns pontos gramaticais que nos ajudarão a compreender as regras da acentuação gráfica da Língua Portuguesa.
1.      Quanto à classificação da sílaba, as palavras podem ser:
Átonas – quando não há ênfase na pronúncia de uma sílaba.
Tônicas – quando há ênfase na pronúncia de uma sílaba.
Ex. A palavra “mato” tem duas sílabas: a primeira “ma” – é tônica; a segunda “to” – é átona.

2.      Quanto à posição da sílaba tônica, as palavras podem ser:
a)      Oxítonas – quando a sílaba forte encontra-se na última sílaba de uma palavra.
Ex. saci, funil, parabéns, ca, calor, bombom.
b)     Paroxítonas – quando a sílaba forte encontra-se na penúltima sílaba.
Ex. escola, sossego, dormindo, avel.
c)      Proparoxítonas – quando a sílaba forte encontra-se na antepenúltima sílaba.
Ex. pêndulo, lâmpada, pido, blico, mico.

3.      Quanto à classificação dos encontros vocálicos:
a)      Ditongo: encontro de duas vogais numa só sílaba.
Ex. céu, véu, coisa, ideia.
b)      Hiato: encontro de duas vogais em sílabas separadas.
Ex. fa-ís-ca, i-dei-a, pa-pa-gai-o, ba-i-nha.

4.      Quanto ao número de sílabas, as palavras podem ser:
a)      Monossílabas – com apenas uma sílaba.
Ex. mau, mês, vi, um, só
b)     Dissílabas – com duas sílabas.
Ex. Ca-fé, Ca-sa, mui-to, li-vro, rou-pa, rit-mo
c)      Trissílabas – palavras com três sílabas.
Ex. Eu-ro-pa, cri-an-ça, ma-lu-co, tor-na-do
d)     Polissílabas – palavras com quatro ou mais sílabas.
Ex. Pa-ra-pei-to,  es-tu-dan-te,  u-ni-ver-si-da-de,  la-bi-rin-ti-te.

5.      As gramáticas costumam ainda classificar os monossílabos (palavras com apenas uma sílaba) em dois tipos:
a)      Monossílabo átono: palavras de uma sílaba fraca, ou seja, pronunciada sem ênfase
b)     Monossílabo tônico: palavras de uma sílaba tônica, ou seja, pronunciadas com ênfase.






6.      ACENTUAÇÃO GRÁFICA - Segundo o Novo Acordo Ortográfico

QUANTO À POSIÇÃO DA SÍLABA TÔNICA

6.1.As oxítonas: acentuam-se as terminadas em a, e, o seguidas ou não de “S”, inclusive as formas verbais quando seguidas de “lo(s)” ou “la(s)”. Também recebem acento as oxítonas terminadas em ditongos abertos, como “ÉI”, “ÉU”, “ÓI”, seguidos ou não de “S”
Chá
Mês
Nós
Sapé
Gás
Pastéis
Cipó
Café
Dará
Ninguém
Avós
Vocês
Vatapá
Chapéus
Português
Aliás
Parabéns
Robô
Vê-lo
Dá-lo
Mói
Avó
Conhecê-los
Recuperá-los
Anzóis
Pô-los
Guardá-la
Jerusalém
Compô-los
Véu

OBSERVAÇÃO: Só não acentuamos oxítonas terminadas em “I” ou “U”, a não ser que seja um caso de hiato. Por exemplo: as palavras “baú”, “aí”, “Esaú” são acentuadas porque as semivogais “i” e “u” estão tônicas nestas palavras.


6.2.As paroxítonas: acentuam-se as palavras paroxítonas quando terminadas em:
L – afável, fácil, cônsul, desejável, ágil, incrível.
N – pólen, abdômen, sêmen, abdômen.
R – câncer, caráter, néctar, repórter.
X­ – tórax, látex, ônix, fênix.
PS – fórceps, Quéops, bíceps.
Ã(S) – ímã, órfãs, ímãs, Bálcãs.
ÃO(S) – órgão, bênção, sótão, órfão.
I(S) – júri, táxi, lápis, grátis, oásis, miosótis.
ON(S) –próton, elétrons, cânon.
UM(S) – álbum, fórum, médium, álbuns.
US – ânus, bônus, vírus, Vênus.
OBSERVAÇÃO: Também acentuamos as paroxítonas terminadas em ditongos crescentes (semivogal+vogal): Névoa, infância, tênue, calvície, série, polícia, residência, férias, lírio.

6.3.As proparoxítonas: Todas as proparoxítonas são acentuadas.
Ex. México, música, mágico, lâmpada, pálido, pálido, sândalo, crisântemo, público, pároco, proparoxítona.

OUTRAS OBSERVAÇÕES:
a)      Acentuamos as vogais “I” e “U” dos hiatos, quando:
Formarem sílabas sozinhas ou com “S”
Ex. Ju-í-zo,   Lu-ís,   ca-fe-í-na,   ra-í-zes,    sa-í-da,   e-go-ís-ta.


b)       Não acentuamos “ba-i-nha”, “ru-im”, “ca-ir”, “Ra-ul”, se todos são “i” e “u” tônicas, portanto hiatos?

Porque o “i” tônico de “bainha” vem seguido de NH. O “u” e o “i” tônicos de “ruim”, “cair” e “Raul” formam sílabas com “m”, “r” e “l” respectivamente. Essas consoantes já soam forte por natureza, tornando naturalmente a sílaba “tônica”, sem precisar de acento que reforce isso.

VEJA MAIS 


Reações:

3 comentários:

  1. Perfeito, prefeito, Aurismar! Continue postando mais dicas do Enem. Vou fazer a prova e estou gostando dessas postagens

    ResponderExcluir
  2. ops, perfeito...he he he

    ResponderExcluir
  3. Valeu, postarei sim. Esse é o outro lado do blog, servir de apoio ao estudante que pretende fazer o ENEM. Um abraço, continue gazetando comigo.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.