sábado, 27 de abril de 2013

VOCÊ ACHA ISSO JUSTO NENHUMA GRATIFICAÇÃO PARA O COORDENADOR E ORIENTADOR ?

Alguns querem apunhalar nossos companheiros. Até tu, Mala?!
DIA: 30 DE ABRIL DE 2013
REUNIÃO NA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES
ÀS 17:00 HORAS
NINGUÉM PODE FALTAR!

O QUE ESTÁ EM JOGO?: 

  • Gratificação dos Coordenadores Pedagógicos!
  • Gratificação dos Orientadores!
  • Gratificação dos Professores de Laboratório!
  • Gratificação dos Professores da Zona Rural!
  • Gratificação dos Professores de Sala de Leitura!
  • Gratificação de Risco de Vida do Sistema Penal!

O SINTEPP acaba de receber um ofício do gabinete da Vereadora Irismar. Segundo o documento, haverá uma reunião no dia 30 de abril de 2013, ÀS 17:00 HORAS no Plenário da Câmara Municipal. A Vereadora ligou para o Coordenador geral do SINTEPP e afirmou que o objetivo da REUNIÃO é debater o projeto, pois segundo ela há uma grupo de professores que são contrários as mudanças. Ocorre que ontem, o SINTEPP também recebeu um ofício do gabinete do Vereador Ubirajara, cujo conteúdo é um convite para esta mesma REUNIÃO!
Queremos deixar bem claro, que todos os diretores de escola são professores, em primeiro lugar, e nessa condição sempre gozaram e continuarão a gozar dos benefícios das conquistas do Sintepp, a saber: um plano de carreira com níveis conforme sua formação (graduado, especialista, mestre, doutor); progressão horizontal em classes dentro do mesmo nível com ganho de 5% a cada 3 anos ( da letra A a letra H); gratificação de regência no valor de 15% (caso saia da direção e vá para regência de sala); nenhuma gratificação caso se torne coordenador pedagógico ou orientador escolar (você acha isso justo?). 
Atualmente, e sempre no município foi assim, a função de diretor é gratificada e de livre nomeação do gestor. Todo e qualquer professor que esteja nessa condição torna-se pessoa de confiança do governo. Enquanto diretor de escola a relação do professor é com o secretário de educação, pois é o representante dele na escola. O tamanho da gratificação do diretor é o governo quem estipula quanto quer pagar. O que o Sintepp defendeu e sempre defenderá é o benefício da maioria, mesmo que para isso tenha que ir contra uma minoria que luta por interesses pessoais. Apesar disso, acreditamos que a função de direção de escola deve ser democratizada, qualquer professor que faça parte do quadro efetivo do município e que tenha requisitos mínimos para essa função tem o direito de almejá-la. 

Segundo informes repassados por algumas pessoas que participaram de uma primeira reunião com a Vereadora Irismar, a insatisfação é de um grupo de Diretores que são contra o processo eleitoral e, principalmente, são contra a participação de professores especialistas em Gestão Escolar!
Além disso , o foco da discussão diz respeito a redução das gratificações dos Diretores, que também tem causado bastante insatisfação entre os servidores lotados nesta função.
Esperamos que esta reunião não sirva de palanque eleitoral para Vereadores que só aparecem neste momento, dividindo ainda mais a nossa categoria. Todas as mudanças foram apresentadas para a nossa base em Assembleia Geral. O SINTEPP defende sim a participação dos demais profissionais do magistério com especialização em Gestão porque luta pela Eleição Direta de Diretores; porque luta pela democracia!
Convocamos todos os interessados a se fazer presente nesta reunião, pois é de interesse de toda a categoria! Chega de ditadura... É hora da democracia com a participação de todos!

Reações:

6 comentários:

  1. o problema é incentivar o professor de sala de aula,,,,,,que dar 5 aulas todos os dias...a fik lar,,,,,se não tiver diferença, os profissionais que tiver algum" padrinho" vai sair, e ninguem vai dar aula de verdade...... e a hora atividade que é lei ninguem fala?

    ResponderExcluir
  2. não seria uma retaliação pela perda do controle dos diretores que até agora são indicados e de confiança dos gestores que os perderão e consequentemente os votos dos pais e alunos dessas escolas que a partir de agora elegerão seus diretores, que supostamente terão liberdade para fazer ou não política partidária para quem quiserem? Seria esse o preço da liberdade?

    ResponderExcluir
  3. Aurismar,comenta-se que o prefeito reduziu os salários dos Guardas municipais ao mínimo,isso é verdade?Se isso for verdade é mais uma PUNHALADA,de quem prometeu moralizar a prefeitura,tá tudo praticamente do mesmo jeito que o Maurino deixou,Secretárias que servem de cabide de emprego,tai a SEMSUR que não se sabe se lá é uma secretária ou um templo,Sacretário adjuntos e agora mais uma,na Saúde tem setor em que a pessoa não cargo comissionado,mais tem status de chefia e que acaba recendo bem mais do que se fosse uma portaria devido a direção fazer uma mágica dando aquele velho jeitinho,liberação de GTI sem a pessoa trabalhar acima de sua cargo horária e dizem que até mesmo PLANTÕES são liberados pra esses pessoas com forma de compensação por trabalharem sem ter portaria,isso pode ser legal,mais é IMORAL...!

    ResponderExcluir
  4. Não estou sabendo disso, mas acho que se trata de boato, para fazer isso deve ser criado um projeto de lei e ser votado na câmara.

    ResponderExcluir
  5. É realmente o prefeito não reduziu os proventos da Guarda municipal,mais cortou as horas o que não é injusto,pois pelo o que se comenta é que recebiam horas ou GTI indevidamente,isto era uma prática da gestão passada e que ainda existem alguns casos nesta gestão.Tinha caso na SDU que uma servidora contratada que trabalhava de segunda a sexta de 08:00 as 14:00 e ainda recebia 70% de GTI e dizem que ainda recebe só que um pouco menos,mesmo assim é um absurdo caso ainda esteja acontecendo,o que eu não duvido que esteja acontecendo...!

    ResponderExcluir
  6. Isso sempre aconteceu aqji em Marabá. Em outros templs tinha na secretaria de Educação secretaria admi.istrativa que para ter seu salário aumentado mesmo depois de dobrar turno ( o que dá direito a GTI) ainda re ebia diarias mensalmente para coMplementar seu salário já que ela não tinha portaria de cargo comissionado. Então poder pode, só não pode se for para professoror trabalhar e fazer jus a um bom salário. Na mudança de governo o que muda mesmo são os nomes mais as cachorradas continuam as mesmas.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.