quinta-feira, 4 de abril de 2013

CONDENOU. MAS NÃO CONVENCEU

O Fórum de Marabá realizou nestes dois dias o seu mais importante julgamento, o caso da morte do casal de extrativista assassinado no assentamento Praialta-Piranheiras, na zona rural de Nova Ipixuna-PA. 
O julgamento reuniu imprensa de várias localidades, inclusive do exterior. Senti, no entanto, a blogosfera marabaense ausente nesse processo. 
Marcaram presença em frente ao Fórum, diversas representações de movimentos sociais. Se fosse um jogo de futebol, diríamos que a casa estava cheia. Todos pediam a condenação de José Rodrigues, apontado como o mentor do assassinato do casal, Alberto Lopes do Nascimento e Lindonjonson Silva Rocha, acusados de serem os executores do crime. O velho esquema, quem tem o dinheiro manda, quem precisa executa. 
O jurado marcou dois gols, quando condenou os dois executores; mas precisava de três gols, o chute pegou na trave, o juiz apitou o final da partida e José Rodrigues, saiu inocentado. Mais uma vez a corda arrebentou do lado mais fraco.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.