quarta-feira, 27 de março de 2013

EX-SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DÁ EXPLICAÇÃO AO CONSELHO DO FUNDEB


"Faltou a complementação da prefeitura, por isso não foi possível efetuar o pagamento de dezembro" - Essa explicação não cola.

Em reunião que aconteceu ontem na Sede do Conselho do Fundeb foi discutida a questão da prestação de contas do último quadrimestre do ano de 2012, a posse da nova diretoria e a regularização do conselho. Fizeram-se presentes a essa reunião o ex-secretario de educação do município, Nelrs Claudejan, a diretora do DRH, professora Miranir, a professora Maria, também do DRH, a advogada Carol, representando o departamento jurídico da Semed (ninguém do DECOF, departamento responsável pela prestação de contas). 
A professora Cristina Arcanjo, presidente do Conselho, perguntou ao ex-secretário em que pé estava a prestação de contas do último período de dezembro que lhe compete responder. Ele respondeu dizendo que "ao longo desse 90 dias ainda se estava em um processo de adaptação da nova gestão, aconteceram várias situações ao mesmo tempo, então estivemos nesses últimos três meses acompanhando , semanalmente estou cobrando alguma situação relativa a prestação de contas, principalmente com relação ao fundeb. No mês de janeiro o escritório de contabilidade, que fica em Belém, esteve meio desarticulado, mas a partir de fevereiro parece que já houve um acerto com relação as documentações relativas as prestações de contas, eu acredito que no máximo dia e de abril essa prestação poderá já estar protocolada junto ao tribunal de contas".  A presidente do conselho pediu que o ex-secretário expusesse uma explicação oficial para o não cumprimento do que havia sido acordado na reunião do dia 14/12/12 sobre o pagamento do mês de dezembro. A explicada dada foi "Na verdade eu fiz até um relatório bem analítico referente a todas as receitas e a todas as despesas referentes ao período de janeiro de 2012 a dezembro de 2012, já no período em que assumimos a secretaria, havíamos conversado com o prefeito e ele havia nos ditos que 'ainda que as outras secretarias fiquem com pendências, a secretaria de educação nós vamos honrar' então eu tinha que repassar aquilo que ficou previsto, ainda que houvesse a necessidade da prefeitura complementar; mas houveram diversas situações que trouxeram complicadores". Acontece que, em momento algum os então secretário falou em possibilidade de complementação da folha pela prefeitura. Até porque, naquela altura do campeonato, era do conhecimento de todos que nos cofres públicos já não havia mais nenhum vintém. A bem da verdade é que pagaram outras coisas e não a folha, agora é fácil culpar o capeta já que ele está rodeando a terra sabe lá Deus onde.

Reações:

9 comentários:

  1. Que explicação mais frajuta e essa? Isso aí não é explicação não. E enrolação. ele não disse nada. "Na verdade eu fiz até um relatório bem analítico referente a todas as receitas e a todas as despesas referentes ao período de janeiro de 2012 a dezembro de 2012". Sim, mas e daí? O que de fato aconteceu? O que diz nesse relatório. Ele foi apresentado ao conselho? Disse que ainda que tivesse pendencia nas outras mas ia honrar a educação, mas houveram complicadores...que complicadores foram esses meu filho? Foram expostos documentos legais que comprovam alguma coisa? Puxa vida, o cara é chamado para dar explicações, diz meia dúzia de palvras desarticuladas, tratam os outros como se fossem imbecis que não tem o minimo de inteligencia e ainda volta pra pro seu local de trabalho como se tivesse feito tudo certo. Esse cara tinha é que tá respondendo um processo administrativo ou no minimo tinha que ser instaurado uma sindicancia. Paulo Neves

    ResponderExcluir
  2. So pra esclarecimento amigo aurismar, a maria que trabalha no recursos humanos da semed não é professora como ela mesma sempre fez questão de dizer.

    ResponderExcluir
  3. E VCS NAO QUESTIONARAM QUE COMPLICADORES FORAM ESSES NÃO AURISMAR? NÃO PERGUNTARAM PRA ELE PORQUE No mês de janeiro esse escritório de contabilidade, que fica em Belém (nao sei porque cargas d água) esteve meio desarticulado. kkkkkkkkkkk, gente, é sério! tem coisa que chega ser cômico. Oh! falta que faz o tronco, pra dar umas boas chibatadas nele até ele confessar toda a verdade. se bem que ele é branco, então não ia apanhar. Era capaz de roubar e botar a culpa nos negros que certamente apanharia no lugar dele. Mas se eles acham que vão sair ilesos, aguardem o tempo e verão. A lei da semeadora é implacável. Tudo que plantamos, certamente colheremos.

    ResponderExcluir
  4. Aurismar e diante disso, quais vão ser os próximos encaminhamentos em relação a apuração do que realmente aconteceu? Quais serão as medidas legais, disciplinares, constitucionais e administrativas que vão ser feitas para que não apenas o Nelles, mas os demais envolvidos paguem pelo que fizeram? Abraços.

    ResponderExcluir
  5. O Conselho do Fundeb vai tomar as medidas que lhe cabe, para se resguardar de quaisquer problemas futuros, até porque essa gestão do Conselho Encerra o seu mandado dia 10/04. A doutora Carol, como representante do jurídico da Semed, també disse que farão o que tiver de ser feito para se concluir essa prestação de contas e responsabilizar os culpados onde houver culpa. Até porque se a atual gestão não tomar nenhuma providência ela será co-autora de tudo o que a anterior fez. É isso ai, casou com mulher sendeira, assuma os filhos.

    ResponderExcluir
  6. Esse cara deveria se chamar "Enroladoneles".

    ResponderExcluir
  7. Se o governo do joao for um fracasso e ta camihando pra isso eles porao a culpa no maurino.

    ResponderExcluir
  8. Cadeia para maurino e sua corja.

    ResponderExcluir
  9. como assim?
    a participação do município no fundo e recolhido na fonte,pela união.
    Que papo mais furado.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.