quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O PROFESSOR LOTADO NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA PODE SER CONSIDERADO REGENTE DE SALA?



Como todo período de transição, esse no qual vivemos, que transita entra um período no qual temos um padrão determinado socialmente construído ao longo de séculos e esse novo mundo da tecnologia, da internet de nuvem e tudo o que se relaciona as TICs. surgem vários questionamentos sobre determinados padrões historicamente aceitos. Em especial, vemos na educação ser questionados o próprio conceito sala de aula e regência de sala. Prova disso foi o questionamento feito ao Conselho Nacional de  Educação que dentre outros assuntos trata do entendimento do que seja sala de aula, segundo parecer CNE/CEB 38/02 "As atividades escolares se realizam na tradicional sala de aula, do mesmo modo que em outros locais adequados a trabalhos teóricos e práticos, a leituras, pesquisas ou atividades em grupo, treinamento e demonstrações, contato com o meio ambiente e com as demais atividades humanas de natureza cultural e artística, visando à plenitude da formação de cada aluno. Assim, não são apenas os limites da sala de aula propriamente dita que caracterizam com exclusividade a atividade escolar". Dessa forma é perfeitamente possível entender o laboratório de informática como um desses "locais adequados a trabalhos" usados para desenvolver a "plenitude da formação de cada aluno". Mesmo estando o professor regente de sala acompanhado de seus alunos, quem rege o trabalho no laboratório é o professor lotado no laboratório. Se isso não acontece está errado. 
No entanto, o laboratório de informática não pode ser, como vinha acontecendo aqui no município de Marabá, um local onde se joga o professor readaptado que, muitas vezes, não possui nenhuma formação específica de regência de laboratório. É preciso estar ali uma pessoa qualificada, graduado com especialização na área. Nessa era tecnológica na qual vivemos, onde a escola perde espaço para as ferramentas de interação da informática, e os sites de relacionamento por vezes suplantam a interação interpessoal do sujeito, esse espaço escolar deveria ser o centro irradiador das discussões e projetos da escola, e, o profissional do magistério que lá exerce a sua docência, não pode e nem deve ser inferiorizado por não atuar na tradicional sala de aula. 
Esse entendimento é fundamental para se chegar a conclusão de que esse docente exerce sim regência de sala e merece os mesmos direitos e gratificações do professor regente da sala de aula tradicional. Se não ficará ele reduzido a um mero técnico de informática e para isso não precisa ser graduado.


Reações:

23 comentários:

  1. CONCORDO PLENAMENTE COM A AFIRMATIVA DO COMPANHEIRO. NA VERDADE, O PROFESSOR DITO "REGENTE" TRABALHA COM APENAS UMA TURMA EM CADA PERÍODO, ENQUANTO NÓS DO LABORATÓRIO ATENDEMOS QUATRO TURMAS DIFERENTES. LOGO, FALAMOS BEM MAIS, SENDO PRECISO UM DESDOBRAMENTO AINDA MAIOR DO QUE NA TRADICIONAL SALA DE AULA. PRECISAMOS SER MAIS VALORIZADOS. CREIO QUE PRECISAMOS SIM RECEBER A GRATIFICAÇÃO DE REGÊNCIA DE IGUAL MODO AOS NOSSOS DEMAIS COLEGAS. ESSA DISCUSSÃO JÁ SE INICIOU HOJE NA SEMED, O SECRETARIO DE EDUCAÇÃO MOSTROU-SE DISPOSTO A ANALISAR O CASO COM MUITA ATENÇÃO. CREIO QUE IREMOS TER ESSA CONQUISTA, O QUE RESULTARÁ EM UMA MAIOR DEDICAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA.

    ResponderExcluir
  2. concordo com o companheiro. No laboratório de informática tem que ficar uma pessoa que realmente entenda de tecnologia na educação. Tb acho q deveria receber a regência de sala de aula porque o professor ensina os alunos sem a ajuda de nenhum outro profissional, nem mesmo do próprio professor da turma.

    professora Maria

    ResponderExcluir
  3. O professor de Artes recebe e o de Educação física tb. Por que o professor do laboratório não? Deveria sim receber a regência de sala de aula.

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente. Basta analizarmos o seguinte; Quem frequenta a sala de informática são os alunos que também participam de qualquer outro momento em outras disciplinas. Aquele professor que está lá como facilitador é um professor como todos os outros. Se é readaptado? Gente o que é isso? Ele pode ser readaptado por uma situação de saúde que infelizmente lhe impossibilita de fcar ems alas que trabalham com pó de giz, esforço de voz e outros mais.
    Tem que receber o percentual de regencia sim.E não trabalho em laboratório, mais sou a favor.
    M. Neta

    ResponderExcluir
  5. Maria Antônia do Rosáriofevereiro 20, 2013

    Companheiro Aurismar, estamos plenamente de acordo, pois o professor do ambiente de informática deve sim ter direito a sua regência de sala.Falando em direito muito me sensibilizou também a situação de algumas pessoas em Itaituba que estavão matriculadas em faculdades que estão impedidas de funcionar inclusive eu li em seu Blog que aqui em Marabá a mesma Faculdade teima em continuar o curso de Pedagogia, inclusive umas amigas minhas falaram que a coordenadora a Srª. Dulce afirmou categoricamente que todas seriam diplomadas em menos de seis meses, companheiro como isso pode?o curso de Pedagogia não é de 4 anos?minha amiga só tem 2 anos e nem tinha cursado outra faculdade, ajude-nos a entender.Isso é legal elas estão com muito medo, já falei para chamar a Polícia acho que deve ser o caso de acionar as autoridades e assim tirar todas as duvidas, você não acha?

    ResponderExcluir
  6. Maria Antônia do Rosáriofevereiro 20, 2013

    Segue Aurismar noticia de Itaituba publicada hoje:
    Itaituba: ALUNOS DOS INSTITUTOS IHELC E CONTINENTAL REALIZAM MANIFESTAÇÃO.


    Nesse momento alunos dos Institutos IHELC e Continental, estão realizando manifestação na Câmara Municipal de Itaituba, pedindo ajuda para os vereadores. Segundo as informações, os alunos foram enganados pelos coordenadores dos cursos em Itaituba e região. Como a normativa do Ministério Público Federal que fechou esses institutos, ficou os prejuízos; Moral e financeiros pra esses alunos, que agora estão recorrendo aos vereadores e ao Ministério Público, pra serem ressarcidos, já que muitos gastaram grandes somas em dinheiro, para tentar ter um curso superior.

    ResponderExcluir
  7. quem leciona artes ou educação fisica também recebem a regência de sala de aula. Por que o professor do lab. de informática não pode receber se ele dá a mesma quantidade de aula?

    ResponderExcluir
  8. somos todos iguais trabalhamos e muito e devemos ser tratados com respeito dignidade na escola não paro um só instante z
    assim como muitos colegas questão lotados no laboratórios trabalham com seriedade e todos nós vamos lutar por nossos direitos wynklyns

    ResponderExcluir
  9. Sônia Sacramentofevereiro 21, 2013

    Eu também concordo que o professor do laboratório de informática deve sim receber a devida gratificação que o regente de sala recebe, já que ele contribui igualmente para o aprendizado dos alunos na área tecnológica.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Aurismar,
    sou leitora assídua do seu blog e aprendi a confiar e admirar sua postura e posicionamento diante de questões políticas que envolvem a educação. Ao ler a matéria acima ficou bem claro que você tem conhecimento das atribuições dos Laboratórios de Informática das escolas e das atribuições do professor lotado nesse ambiente, além de boas intenções, no entanto no trecho em que você coloca que , “o laboratório de informática não pode ser, como vinha acontecendo aqui no município de Marabá, um local onde se joga o professor readaptado que, muitas vezes, não possui nenhuma formação específica de regência de laboratório. É preciso estar ali uma pessoa qualificada, graduado com especialização na área”, você está demonstrando um certo distanciamento da realidade, pois eu fui readaptada e hoje estou lotada como professora de Laboratório, mas a readaptação não foi pré-requisito para essa lotação. Primeiramente, sou concursada, tenho formação superior na área da educação e tive que passar por uma entrevista, apresentar currículo e certificados dos cursos exigidos legalmente para atuar no ambiente informatizado da escola. Além de garra pra trabalhar, estou sempre em busca de uma formação continuada, por isso me senti ofendida em ser vista como uma “moribunda” incompetente. Estou surpresa em ver que o próprio sindicado possui essa visão distorcida da nossa categoria. Somos profissionais que exercem sua função como qualquer outro professor. E se um dia precisei ser readaptada, foi no exercício de uma função docente da qual exige formação superior na educação. O fato de um dia precisar ser readaptada, não significa que hoje não tenho condições de desenvolver um trabalho digno de respeito, valorização e reconhecimento. Não aceitamos em hipótese alguma que sejamos atingidos pelas farpas políticas, apenas estamos em busca dos nossos direitos como qualquer profissional. Precisamos nos libertar dessa visão negativa que se criou em torno dos readaptados, bem como dos professores de laboratório, mas pra isso contamos com o apoio do nosso sindicato.

    Parabéns por esse espaço democrático!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E interessante como certas pessoas, escondidas no anonimato, usando as artimanhas da linguagem, tenta distorcer o discurso de outras pessoas. Sei muito bem quem fez essa postagem, disfarçada num elogio, mas carregada de veneno. Primeiramente não foi o sindicato quem se posicionou aqui, mas o professor Aurismar. Em segundo lugar, não disse que todos os readaptados que estão lotados em laboratório de informática são pessoas que nao deveriam ir para lá, disse que esse readaptado "muitas vezes, não possui nenhuma formação específica de regência de laboratório" ou isso é mentira? Se você não esta nesse grupo, minha cara, parabéns!

      Excluir
  11. Sônia Sacramentofevereiro 21, 2013

    Oque seria dos alunos sem esses professores para inserí-los no mundo informatizado? Por isso, esses profissionais são mais que merecedores da gratificação regência de sala , sem sombra de dúvidas!!!

    ResponderExcluir
  12. Quem vai ganhar em torno dessa discussão são os alunos, caso os professores de laboratório recebam a gratificação.

    ResponderExcluir
  13. Fico feliz por esse tipo de discussão, pois observo que estamos avançando o professor da sala de informática é um profissional que precisa ser valorizado, mais acredito que na escola também possui outro profissional que também necessita ter o devido reconhecimento que é o professor da sala de leitura no qual tem um papel significativo na educação de nosso município. Porque além de receber os professores e os alunos na biblioteca também atendem um grupo de alunos que possuem dificuldades na leitura e na escrita. Caro Aurismar espero que você também apoie esses profissionais. Boa noite!

    ResponderExcluir
  14. a sala de informática da escola é um lugar tb de educação, lugar de aprendizado, onde muitos projetos são desenvolvidos. Pq o professor q trabalha lá não recebe a regência escolar? isso precisa mudar.

    ResponderExcluir
  15. Depois de ver esses comentários, sugiro que se faça uma pesquisa e veja quantas pessoas readaptadas estão ali, e mesmo que seja muitas são professores qualificados também, as vezes problemas de saúde impossibilita a pessoa de realizar certas funções e outras não. não é meu caso, mas defendo o readaptado porque é gente, muitos são pessoas que já deram seu sangue pela educação de Marabá 15 ou 20 anos em sala de aula.... Como professora graduada e lotada ne sala de informática, e já tendo feito todos os cursos oferecidos pelo NTE/MARABÀ que funciona na escola CAIC, num total de três - 40 horas + 100 horas e + 40 elaboração de projetos. Me sinto desmotivada para continuar fazendo um trabalho de qualidade que venho desenvolvendo na escola por conta das "coisas" que ouço falarem dos professores de informática. Aqui na escola o que não me falta é serviço, e quem quiser ver mais acompanhe o blog da escola Josineide Tavares. Na verdade professor de sala de informática é um "faz tudo", além de desenvolver nosso projeto fazemos muitas coisas que não estão escritas nele. E ainda digo mais se realmente existir professores lotados na sala de informática que não "fazem nada", é bom o DTE fazer um levantamento da situação e resolver o problema. por causa de uma ou duas pessoas não sei todos ficam mal visto? E eu me identifico porq não preciso postar como anônima: Fátima Tabosa

    ResponderExcluir
  16. Conheço o seu trabalho, companheira Fátima Tabosa, excelente blog, aliás, o da Escola Josineide Tavares. Assim como você, há na nossa rede uma gama de profissionais capacitados para desenvolverem um bom trabalho nos laboratórios de informática. Eu tive a oportunidade de participar de dois cursos oferecidos pelo NTE/MARABÁ que funciona no CAIC, dai veio a minha vocação para o blogger. Sei a importância desse profissional e sei o quanto ele merece ser valorizado. Tenho plena convicção de que o professor lotado em laboratório de informática é o protótipo do professor do professor do século XXI, dessa era digital. Se ainda não o é reconhecido como tal é por atraso de nossas políticas educacionais. Ele torna-se na verdade um arquerregente quando recebe em sua sala, não só alunos, mas também o professor regente de sala. Pode ter certeza, essa briga é nossa, vocês terão em mim sempre um aliado. Obrigado pela sua participação em nosso debate.

    ResponderExcluir
  17. Gildeci Santosfevereiro 25, 2013

    Muito boa a sua postagem Aurismar, porque ela dá visibilidade e publicidade ao nosso trabalho, valorizando o trabalho dos professores que estão nos Laboratórios. Todos(as) nós que estamos lotados nesses espaços temos clareza de que precisamos participar do planejamento pedagógico (HP) da escola e das formações aplicadas à informática educativa (oferecidas pelo Departamento de Tecnologia Educacional - SEMED); Precisamos ter uma visão abrangente dos conteúdos disciplinares contribuindo para a integração dos recursos tecnológicos e midiáticos na prática pedagógica cotidiana dos professores de sala de aula e estar atento aos projetos pedagógicos das diversas disciplinas, além de conhecer o projeto político pedagógico da escola para garantir a aproximação entre o mesmo e o projeto desenvolvido no ambiente informatizado. Precisamos ainda ter experiência em informática educativa e conhecimento das abordagens de aprendizagem; E todos que estão lotados nesses espaços tem que fazer esses cursos, até pra compreender qual é o papel do Laboratório de Informática na escola, que não é de uma escola de informatica tradicional, nem de um syber. O Laboratorio de informática Educacional é uma extensão da sala de aula, (o que muda são as metodologias, os instrumentos da aprendizagem, a gestão do tempo e do espaço, etc) Mas o foco principal é a aprendizagem dos alunos e a sua inserção na cultura digital.
    Sabemos também que nem sempre é possível desenvolvermos um bom trabalho nesse ambiente, por contas do grande problema que é quase generalizado nos Laboratorios de Marabá e acredito que até em vários estados. como por exemplo: Dos equipamentos tecnológicos disponíveis nas escolas, a grande maioria apresentam problemas constantes, o grande problema de oscilação de energia que faz com que os computadores desliguem no meio de uma atividade importante, a quantidade de equipamentos que é muito pouca em detrimento da quantidade de turmas que são grandes, a quantidade de técnicos que são pouquíssimos para garantir a manutenção de todos os laboratórios da rede municipal, a falta de uma política preventiva desses equipamentos, que por sua vez reduziria e muito a grande quantidade de sucatas que temos nos depósitos e almoxarifados, enfim...são N situações que dificultam o nosso trabalho e de certa forma contribuem para que nem sempre ele tenha o exito desejado. E sabemos também que as condições de trabalho e de infra estrutura na educação (em todos os segmentos) são problemas históricos e que precisam de políticas voltadas para essa questão. Se esses espaços não forem vistos com a importância e sensibilidade que merecem, certamente não teremos avanços. No entanto, ainda assim com todos esses problemas, não deixamos de fazer o que podemos, mesmo com todas as limitações existentes. É e por esta razão que respondo a sua pergunta: O PROFESSOR LOTADO NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA PODE SER CONSIDERADO REGENTE DE SALA? Com toda a certeza.

    Obrigada... Gildeci Santos. Professora do Laboratório de Informática da escola Odilio da Rocha Maia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem professora vc disse tudo.! estamos na luta por reconhecimento do nosso trabalho...

      Excluir
  18. ÁS PARECE MUITAS VEZES QUE O PROFESSOR LOTADO NO LABORATÓRIO DE INFORMATICA É UM PROFISSIONAL A PARTE DA ESCOLA.COMPRENDO QUE ELE É UM PROFESSR COM OS MESMO DIREITOS SÓ TRABALHA COM FERRAMENTAS DIFERENTES QUE É A TECNOLOGIA. NOSSO FOCO É O MESMO É O ALUNO ,NÃO VEJO PORQUE EESA FCSSÃO SE ESTAMOS NO MESMO BARCO.
    GRACINETE

    ResponderExcluir
  19. ÁS PARECE MUITAS VEZES QUE O PROFESSOR LOTADO NO LABORATÓRIO DE INFORMATICA É UM PROFISSIONAL A PARTE DA ESCOLA.COMPRENDO QUE ELE É UM PROFESSR COM OS MESMO DIREITOS SÓ TRABALHA COM FERRAMENTAS DIFERENTES QUE É A TECNOLOGIA. NOSSO FOCO É O MESMO É O ALUNO ,NÃO VEJO PORQUE EESA FCSSÃO SE ESTAMOS NO MESMO BARCO.
    GRACINETE

    ResponderExcluir
  20. Boa noite a todos. Sou professora de Biologia, e no turno da manhã estou lotada na sala de informática da escola. Bem, tenho enfrentado vários problemas, como todos os que já foram citados em comentários anteriores, além destes, os professores de sala de aula, se negam a acompanhar os alunos, quando estão na sala de informática. Eles dizem que "se nós conseguimos dar conta da turma sozinhos, os outros professores também devem dar conta sozinhos". Essa situação tem me causado enormes aborrecimentos, pois esses professores dificultam bastante minha atuação na sala de informática. O que eu preciso saber de vocês, amigos, é qual documento pode me respaldar que os professores tem obrigação de estar juntamente comigo em sala de informática durante o atendimento da turma. Se alguém souber a resposta, agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite a todos. Sou professora de Biologia, e no turno da manhã estou lotada na sala de informática da escola. Bem, tenho enfrentado vários problemas, como todos os que já foram citados em comentários anteriores, além destes, os professores de sala de aula, se negam a acompanhar os alunos, quando estão na sala de informática. Eles dizem que "se nós conseguimos dar conta da turma sozinhos, os outros professores também devem dar conta sozinhos". Essa situação tem me causado enormes aborrecimentos, pois esses professores dificultam bastante minha atuação na sala de informática. O que eu preciso saber de vocês, amigos, é qual documento pode me respaldar que os professores tem obrigação de estar juntamente comigo em sala de informática durante o atendimento da turma. Se alguém souber a resposta, agradeço desde já.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.