terça-feira, 8 de janeiro de 2013

ENTRE DEUSES E MONSTROS


Esse é o título de um singelo livro de Lia Neiva, escritora carioca formada em filosofia pela PUC-RJ. A narrativa conta a história de Hípias, simples pastor que tenta sobreviver não desagradando aos caprichos dos deuses do Olimpo, não irritando os soberbos heróis nem desafiando aos terríveis monstros. Em meio a essa tríade: deuses, heróis e monstros estava o homem, na concepção do antigo grego, totalmente desprotegido, sem significância e entregue ao seu fado.
Os tempos são outros, a civilização é outra, a cultura é outra; mas, por vezes vivemos o mesmo dilema de Hípias, só que com um agravante: em nosso tempo monstros e heróis podem ser o mesmo Ser. Quanto aos deuses, há muito que vivem sossegados lá no canto deles, seja lá onde a cultura disser que é. O Cristo, proclamado filho de Deus (dos hebreus, se fosse dos germânicos seria filho de Odin, se fosse dos gregos seria mais um entre tantos do lascivo Zeus, no Egito antigo, talvez filho de Há ou Amom-há, se tivesse nascido entre os antigos tupi, seria filho de Tupã com Jaci). Diferenças culturais a parte, o tal Cristo disse que esse “mundo jaz (está morto) no maligno", será que ele não errou, ou foi erro do tradutor? Não estaria ele tendo uma visão futura naquele tempo e vendo nossa cidade e teria dito “o Marabá (como dizem os meninos por ai) jaz no Maurino”?
O Maligno, digo, o Maurino (significado do nome: aquele que carrega o mal rindo – seria Maurindo, é que o povo “engole o d nos gerúndios) quando se levantou era ele o herói que   iria salvar a cidade do enviado do Tião, que naquela época era ... vocês sabem quem era. Não demorou muito para descobrirmos que o nosso herói daquele tempo era um monstro que trouxe junto de si outros terríveis monstros. Tinha um pequenino chamado de “O pequeno polegar”, não, não aquele da TV; outro chamado de “Calladinho”, outra era chamado “pit-bul”, tinha uma também chamada de “a loira chefe”. Por último, apareceu “o enrolador”, também chamado de Nels. Esse é também o quarto cavaleiro do apocalipse.
Quantos males essas aberrações da educação trouxeram para os reles 3% dos servidores, que estão hoje completamente desprotegidos, sem significância alguma para o comércio de Marabá, pois não tem mais pagamento, não tem mais vale alimentação, nem vale transporte para irem ao trabalho. Em vão é o lamento do gerente de um supermercado da cidade “em pleno dezembro o supermercado vazio, servidor público sem dinheiro o comércio para”.
Pois é. Depois que o mal foi revelado, aquele que víamos como monstro transformou-se em nosso herói. Só que não era um herói arrogante nem soberbo, era simpático, sorridente, cheio de planos e determinado a cumprir as doze tarefas de Hércules se fosse possível, para melhorar a nossa cidade. Foi por isso que nós, os 3%, juntamos forças com esse herói do Líbano para derrotar o terrível Tião do Tocantins.  E, tal qual os 300 espartanos, vencemos muitas batalhas e demos a ele a grande vitória. Nosso herói não pode se envaidecer tal qual o Ícaro que com asas de cera voou de encontro ao Sol e teve um tombo terrível. Queremos que o nosso herói continue sendo herói e não vire um monstro. Esse é o apelo dos 3% da população de Marabá.

“Os servidores representam apenas 3% da população de Marabá, quero falar pelos 97%.”

Reações:

11 comentários:

  1. Professor Aurismar, mas o q já tá acontecendo? Tive medo agora. Esse povo mal assumiu e já quer botar as asinhas de fora, é isso? MEU DEUS!!!!

    ResponderExcluir
  2. Aurismar teu heroi nunca vai se envadeidecer e jamais ousarar voar contra o sol, pois o que ele mais precisa agora é desta cera pra ficar enrrolado a todos voces.

    ResponderExcluir
  3. liz doloresjaneiro 09, 2013

    Eu quero saber é pra onde foi os 12 milhões?O SINTEPP deve mostrar os extratos pois 2° fontes do BB esse dinheiro existia como é que só tem 1 milhão.Queremos transparência ou o sindicato ta todo fechado com o governo dalame?O pessoal tá comentando que quem manda agora é o Pedro Souza?Aurisma passei a lhe admirar pelo seu discurso,será que vai mudar?Estamos de olho vivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem se expõe a servir, está sujeito a sofrer desconfianças como essas sua.

      Excluir
    2. Liz não é o sintepp que tem mostrar o extrato, mais sim a prefeitura,pois, o nossa obrigação enquanto sindicato e fazer as cobranças devidas.Isto está sendo feito as postagens do blog falam por si só.
      E não esqueça nobre colega essa divida é do governo passado o maurino vai ser responsabilizado sobre isso você pode confiar.
      O sintepp é AUTONOMO NAO DEPENDEMOS DE GOVERNO PARA NOSSAS LUTAS.

      Excluir
  4. Quem tem blog escreve o que quer né AURISMAR?

    ResponderExcluir
  5. E a carapuça se encaixa direitinho na cabeça de quem a usa.

    ResponderExcluir
  6. Carminha, de AV. Marabá/Pará/BRASILjaneiro 09, 2013

    É tudo culpa da Rita...

    ResponderExcluir
  7. Gostei do texto. A intertextualudade está perfeita e os trocadilhos tb. Ri ate não poder mais.

    ResponderExcluir
  8. Aurismar vamos esqueser o TIÃO e cobrar mais do João, pois o que nos sabemos quando o Tião saiu fora do governos, as contas ficaram em dias e os servidores todos com seus salarios em dias.

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkkkkkkk eu tenho que rir pra não chorar.
    Onde estava esse sindicato nos 4 anos da "indigestão" do Maurino? Imagino que na mesma mesa dos 11 vereadores.
    Vocês são uma piada!

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.