quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

CONSELHO DO FUNDEB INICIA OPERAÇÃO CAÇA-FANTASMAS



Conforme anunciamos aqui, iniciou-se hoje pela manha, na sala do DEPEP, Semed, a análise da folha de pagamento analítica. Esse trabalho é tão importante quanto a abertura de uma caixa-preta de um avião que tem seus destroços espalhados em alto mar. Essa "caixa preta" que possui mais de 850 páginas, será analisada nome por nome. 

Para cada servidor que tem pagamento a ser efetivado no mês de dezembro pela secretaria de educação, quer seja dos 60%, 40% ou recursos próprios, será conferida a sua lotação. A suspeita dos conselheiros é que haja muitos servidores sendo pagos com recursos do Fundeb quando deveriam receber com recursos próprios da prefeitura.
CRISTINA ARCANJO - PRESIDENTE DO CONSELHO

 Além disso, a suspeita maior é que tenha que se chamar os Caça Fantasmas. De duas uma: ou há muitos fantasmas por ali, ou andaram tentando fazer bolo com a nossa folha e colocaram muito fermento! 
"SERÁ QUE TEM UM BICHINHO ESCONDIDO AQUI?"
No final trabalho, que está sendo presidido pela professora Cristina Arcanjo, presidente do Conselho do Fundeb, será produzido um relatório a ser entregue ao gestor municipal, mas isso não impede de o próprio conselho ou o Sintepp ajuizar ação na justiça apontando possíveis irregularidades. 

Reações:

10 comentários:

  1. isso sim e o correto, acho ate que ja deveriam te-lo feito o quanto antes. O recurso do fundeb é suficiente pra pagar a educação, é nesse sentido que discordo em mudar o PCCR,prejudicando nossa categoria pra economizar o recurso que deve ser gasto com nossos salarios. Com que objetivo? Ja podem usar nossos 60% pra outros fins?

    ResponderExcluir
  2. Aurismar tenho certeza que hoje ja foram encontradas varias irregularidades, so espero que tudo não termine em pizza. Pra falar serio acredito em você mas to perrdendo a fe no sintepp, meu to vendo que estão saindo um a um pra assumir cargos de confiança no municipio.

    ResponderExcluir
  3. Que se caçem os fantasmas da FOPAG e se deêm os devidos nomes às figuras. Bola prá frente Prof. Aurismar. A cada dia que passa mais simpatizo(no bom sentido) com sua pessoa e por extensão ao Blog. Em 24.01.13, Marabá-PA.

    ResponderExcluir
  4. Só depois dessa varredura é que deveria vir os arrochos na educação. Primeiro deve-se tirar de quem não trabalha ou está irregular, para que não se cometa injustiça com os profissionais mais injustiçados do Brasil que é o professor, que todos os dias encara salas de aula lotadas sem a mínima estrutura física, com alunos vindos de famílias desestruturadas, sem base nenhuma pra receber a educação formal, enfrentando calor ou quando muito, alguns ventiladores que fazem mais barulho do que ventilam, tornando os alunos inquietos num ambiente insuportável; diretores que mais assediam seus colegas de trabalho do que administram; professores que muitas vezes moram longe da escola tendo que acordar na madrugada pra cumprir seus horários, e no fim do mês/ano ainda não tem seu salário creditado... Verdadeiros heróis! Assim não se promove educação de qualidade.

    ResponderExcluir
  5. Anonimo a unica pessoa do sintepp que assumiu cargo de confiança no governo foi oprofessor francisco neto justamente pelo seu conhecimento no setor rural. guarde a sua fé pois está gestao sindical vai estar sempre ao lado do trabalhor FILIADO principalmente para resolver suas questoes, as conquistas alcançadas falam por si e nao esqueça d se identificar pois o anonimato sempre é suspeito.

    ResponderExcluir
  6. Anonimo a unica pessoa do sintepp que assumiu cargo de confiança no governo foi oprofessor francisco neto justamente pelo seu conhecimento no setor rural. guarde a sua fé pois está gestao sindical vai estar sempre ao lado do trabalhor FILIADO principalmente para resolver suas questoes, as conquistas alcançadas falam por si e nao esqueça d se identificar pois o anonimato sempre é suspeito.

    ResponderExcluir
  7. É preciso que seja feita uma varredura nas escolas de Marabá, pois tenho certeza de que existem muitos servidores fantasmas. Existem muitos diretores corruptos que são coniventes com esse tipo de servidor.

    ResponderExcluir
  8. ACHO QUE NESSA COMISSÃO DE AUDITORIA (ANALISE DA FOLHA) DEVERIA TER MAIS PESSOAS, ALGUM PROFESSOR QUE NÃO FAZ PARTE DA DIRETORIA DO SINTEPP, POIS PELAS FOTOS VEMOS TRES CONSELHEIROS DO FUNDEB, QUE SÃO OS MESMAS QUE AUTORIZAÇÃO E APROVAM A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO FUNDEB.

    ResponderExcluir
  9. ACHO QUE NESSA COMISSÃO DE AUDITORIA (ANALISE DA FOLHA) DEVERIA TER MAIS PESSOAS, ALGUM PROFESSOR QUE NÃO FAZ PARTE DA DIRETORIA DO SINTEPP, POIS PELAS FOTOS VEMOS TRES CONSELHEIROS DO FUNDEB, QUE SÃO OS MESMAS QUE AUTORIZAÇÃO E APROVAM A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO FUNDEB.

    ResponderExcluir
  10. Minha Cara, não sei se o que você diz é por ignorância no assunto ou é simplesmente porque quer invenenar quem está aqui para garantir que o dinheiro da educação não seja surrupiado por um grupo que se instalou aqui para esse fim. Se você está falando da prestação de contas do ano de 2012, saiba que nunca foi fechada, como a aprovamos? Se você fizesse parte do conselho do fundeb teria recebido o convite para participar da auditoria como todos os demais conselheiros. Acontece que esse é um trabalho arriscado, descobrir desvio de dinheiro e depois dar nomes aos bois, é coisa que nem todos querem fazer. Saiba que o Conselho do Fundeb não tem poder de autorizar ou deixar de autorizar nada. Nós analisamos a prestação de contas do que já foi gasto. Todos os gastos são oficialmente prestados com notas fiscais e tudo o mais. A análise da folha foi algo que sempre julgamos essencial para derimir qualquer dúvida com relação ao pagamento de passoal com dinheiro do Fundeb, só que isso sempre nos foi negado. Portanto, minha querida, antes de destilar seu fel contra quem está defendento os interesses da categoria, reflita irmã, entre no seu quarto, feche a porta e ore em silência, examine-se, pois, a si mesmo.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.