terça-feira, 25 de setembro de 2012

VALE ALIMENTAÇÃO - SOMENTE APÓS AS ELEIÇÕES É POSSÍVEL PENSAR EM UM CRONOGRAMA

FONTE IMAGEM:http://www.maraba.pa.gov.br


Nesta quarta-feira (26) teremos um dia decisivo para o movimento paredista em frente à Sefin, na Nova Marabá. Após várias tentativas de negociação com o prefeito Maurino Magalhães e seus secretários, tivemos uma desanimadora reunião com o professor Neles, secretário de educação. A reunião aconteceu na Semed, às 17 horas de terça-feira (25) com representação dos três sindicatos: Servimar, Sintesp e Sintepp.
O secretário foi bastante claro e repetitivo no discurso “não tem como pagar o vale alimentação ainda essa semana”. Segundo ele, a secretaria de finanças afirmou que pagará até o dia 30 deste mês somente a folha de pagamento do servidor, depois disso somente após o dia 7 de outubro é que será possível fazer um cronograma de pagamento dos atrasados aos servidores, priorizando o vale alimentação. Ele disse ainda lamentar “essa situação vexatória na qual se encontra a prefeitura em plena campanha eleitoral" do atual gestor, o atraso desse benefício aos servidores “destrói todo o trabalho que o prefeito fez ao longo do seu mandato”. 
Ele deixou escapar que toda a saúde financeira do município dependerá de cortes a serem feitos após o período eleitoral. “Não sei, nem posso dizer para vocês, mas ela (a secretária) já tem um plano montado para após as eleições. É um novo mandato que se inicia de três meses, a prefeitura tem que fazer as contas de quanto vai arrecadar nesse período, o quanto deverá pagar e o que terá que cortar”, disse ele. Com relação às faltas dos grevistas, ele garantiu que haverá negociação com os sindicatos para as reposições.
 Em suas palavras ficou claro que quem tem o poder nesse momento para decidir sobre qualquer questão financeira é a secretária de finanças que se mantém na redoma de seu gabinete e não se propõe a negociar diretamente com os servidores, usando o secretário de educação como mediador da não-negociação.

Reações:

4 comentários:

  1. A mando do Tião, alguns vereadores votaram contra a investigação. E o povo que se lasque! Esse é o pensamento desse Tião e dos seus aliados.

    ResponderExcluir
  2. Parece que tudo indica que nós servidores não teremos mais nosso vale-alimentação pago neste governo, pois eu não acredito muito nestas história do Sr. Secretário de fazer cronograma de pagamento depois das eleições acho que isso não vai acontecer.Até porque como aponta as pesquisas positivamente o resultado das urnas dia 7 não será favorável ao atual gestor, mesmo ele acreditando fielmente que sairá vitoriso neste pleito,no entanto como o próprio secretário frisou o atraso no pagamento do vale somados a mais uma série de fatos cometidos na atual gestão representam um quadro devastador para sua campanha, que aparentemente não dá sinais de melhora ao contrário só afunda mais esperaremos até o dia sete para confirmarmos uma coisa que já temos praticamente certeza a derrota desse cidadão que teoricamente "administra" este município.

    ResponderExcluir
  3. A sociedade precisava também da uma resposta a esse Vereadores, precisamos fazer uma campanha agora na reta final mostrando a atual situação da câmara de Vereadores. Eles estão com medo do que pode vir pela frente. Pergunte a alguns deles se eles tem vencimentos a receber da prefeitura??? E todos são condidatos neste Eleições.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.