quarta-feira, 8 de agosto de 2012

MAIS DE 2,3 MILHÕES DE REAIS É O TAMANHO DO ROMBO QUE MAURINO DEIXARÁ NO IPASEMAR

Fonte Imagem:surgiu.com.br
A revista marabaense FOCO Ano III - nº 25 - Marabá - PA, Julho de 2012, traz com manchete "O cofre do IPASEMAR". Nessa matéria há detalhadas reportagens sobre esse Instituto de previdência do Servidor de Marabá. Dentre elas a que mais me chamou a atenção é uma que tem como título "Prefeito pede prazo para pagar dívida". Com base em dados apresentados pelo próprio diretor do instituto, Karam Ell Hajjar, em abril deste ano foi feito um acordo com a prefeitura para rolar a dívida de R$ 2.373.831,11em 32 parcelas de R$ 76.380,08. O acordo foi assinado em 11 de abril de 2012, segundo li na matéria. Com esse ato de esperteza e malandragem "Tudo dentro da legalidade", como disse Karam na prestação de contas que apresentou a CMM em    03/07/12, o prefeito pretendeu calar algumas denúncias que vinham sendo feitas ao ministério público sobre o não repasse dos descontos do Ipasemar.  
Será que aqui se aplica a fala do atual gerente do INSS de Marabá como palestrante em recente seminário promovido pelo Sintepp Regional que aconteceu no Cine Marrocos? Disse ele: "A maioria desses institutos de previdência funcionam como caixa 2 para a prefeitura". 
Causa estranheza haver saída legal para aquilo que a lei condena, pois segundo depoimento do advogado Haroldo da Silva Jr. mostrado pela revista "Deixar de repassar ao Ipasemar os valores que são descontados do contracheque dos servidores com este fim é crime." Ora, não foi isso que o prefeito fez? Então porque ele não é punido? Lembro-me que quando recruta do exército danifiquei um equipamento usado por mim no treinamento, paguei o equipamento e ainda fui punido disciplinarmente com uma detenção na caserna. Sabe lá o  que o prefeito fez com esse dinheiro que ele deixou de repassar, mas tudo bem, a prefeitura vai pagar parceladamente esse desviu! 
Afirma ainda o renomado advogado presidente da subseção da OAB Marabá "havendo comprovação de que o recurso foi utilizado par outra finalidade, isso constitui ato de improbidade administrativa, capaz de caçar os direitos políticos do gestor" e ainda acrescentou: "As verbas do Ipasemar são geridas pelo Ipasemar no interesse do servidor público. Ela não pode ser utilizada em nehuma outra atividade que seja da prefeitura "(REVISTA FOCO). Ou seja, mesmo que a prefeitura tenha utilizado esse recurso por uma boa causa (se é que milagres podem acontecer) o prefeito cometeu ato de improbidade administrativa e deve ser caçado. Isso é Brasil, isso é Pará, isso é Marabá, terra bendita. 

Reações:

6 comentários:

  1. E esse ladrão siníco e hipócrita,que se diz "crente" "evangélico" tem a cara de pau de se candidatar!
    Causa indignação ver tanto roubo descaradamente e pior do que ver o roubo, É VER FICAR IMPUNE!

    Tenho até dó dos que precisarem daqui pra frente do IPASEMAR. É salarios atrazado,visa -vale atrazado (4) meses, ASPEB cortada,BRASILCARD também,instituto sem receber os repasses já descontados do salario dos servidores e sem falar nos emprestimos consignados que o banco ta colocando o nome dos servidores no SPC por não receber da prefeitura o dinheirop que já é descontado no pagamento dos servidores,que o povo marabaense e não só os servidores do municipio,se lembre que tudo isso e muito mais ANTES NÃO TINHA,AGORA TEM!!!

    ResponderExcluir
  2. È mais uma vez a atual situação mostra o caos que a PMM chegou com a gestão Maurino Magalhães. Hoje fui a caixa e o repassa do consignado tá atrasado.Professores vamos nos unir e colocar esta câmara para fora.

    ResponderExcluir
  3. Amigos tudo isso acomtecendo, e o prefeito Maurino ainda tem a cara de PAU de lançar sua candidatura copm o seguinte Slogan: É SÒ COMPARAR.

    ResponderExcluir
  4. Camaradas,

    Precisamos da ajuda de cada filiado!

    Estamos precisando de uma declaração dos bancos informando os débtos que não foram pagos pela PMM.

    estamos recebendo cópias no SINTEPP!

    É urgente! Estas provas são indispensáveis para garantir o afastamento do Prefeito!

    Quem recebeu carta do Serasa, também pode tirar uma cópia e levar ao sintepp!

    ResponderExcluir
  5. Aurismar,
    Este blog poderia tentar uma entrevista com o então presidente do IPASEMAR o Sr. Karan - para ver qual é a sua versão desta história, pois somente assim poderíamos também responsabilizá-lo por não tomar atitude sérias contra o Sr Mau-Mau - malinho

    ResponderExcluir
  6. Já foi feita essa entrevista pela revista citada na postagem. Ele diz que está tido legal, não há nada de errado.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.