terça-feira, 19 de janeiro de 2016

O NÓ NA GARGANTA



"Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de vez em quando o amanhã pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina." (Paulo Freire)
 
 Nossa categoria sempre foi sonhadora. E tem aprendido ao longo do tempo que a luta, o enfrentamento político, o esclarecimento, o entendimento real da situação, pode fazer sonhos se tornarem realidades. 
Lembro-me da época na qual as escolas possuíam um bicicletário onde os professores, de melhor situação financeira, podiam prender a sua MonarkTambém, naquela época, não tão distante assim, quem terminava a oitava série do primeiro grau, poderia quebrar o galho dando aula para alunos de primeira a quarta série. Nossa! quem tinha um curso de Magistério então era considerado. A faculdade era um sonho tão distante!
Depois de muitas lutas, muitas porradas, muitos enfrentamentos por melhores condições de trabalho, formação e qualificação do professor; surgiram as Leis, As Diretrizes, os Planos de Carreira que preconizavam a formação profissional do professor. Vieram os Fundos de valorização: Fundef, Fundeb. Nada disso veio de graça. Houve muito suor derramado, muita angústia tirando sono, muito nó preso na garganta. 
Aqui em Marabá, em novembro de 2011, essa nuvem negra parece que estava sendo dissipada de vez. Conseguimos aprovar um plano de carreira sonhado ao longo de trinta anos. Ficou garantido aos companheiros que há muito tempo "quebravam o galho" da rede municipal só com o magistério, progredir para o nível superior do cargo caso cursassem pedagogia, o magistério superior. 
O Plano de Carreira aprovado foi tão bom que em parte diminuía a diferença salarial entre os "reles mortais" e aqueles ditos "iluminados"
Só que, professor ganhando bem? Pra que? Pra ensinar melhor as crianças? Pra que um professor com mestrado? Pra que professor financiando carro? Comprando apartamento em residencial? Professor com computador em casa, plano de internet banda larga, tv por assinatura! Isso é um absurdo! Um perigo! "Se professor quisesse ganhar bem, tinha que ter feito medicina ou direito", palavras de um ex-prefeito de Marabá que caberiam muito bem na boca do atual gestor municipal. 
Ai de mim, Paulo  Freire, que me vi engajado com o aqui e agora e não visitei o futuro para ver que não teríamos futuro! Ai de mim, Paulo Freire, que fui no passado e relembrei desses palavras do então candidato João Salame, em uma entrevista concedida a esse blogger "... o Brasil ocupa uma posição vergonhosa na educação no mundo. Um país que pretende se desenvolver tem que ter a educação como prioridade. No Japão educação pós Segunda Guerra Mundial foi definida como prioritária. Inclusive lá é um país que tem monarquia, e, quando o rei passa os súditos tem que prestar reverencia, mas os professores foram os únicos profissionais liberados de prestar reverência ao rei por entender que o professor era uma categoria a ser privilegiada. Então, se nós pretendemos desenvolver o Brasil a um patamar de sustentabilidade sem ter que estar importando tecnologia permanentemente é necessário que se invista em educação, ciência e tecnologia." (http://www.gazetando.com.br/2012/06/joao-salame-da-entrevista-ao-poster-e.html).
E acreditamos que o tal João fosse agir tal qual o Rei do Japão. Oh, triste ilusão! Oh, decepção! Agora, os companheiros que estão na Comissão Ampliada não dormem, perderam o sono e o ânimo. Se não mostrar um coelho mágico até o dia 25/01, estamos ferrados! 
Como sempre diz meu amigo Rones Moraes, da coordenação do Sintepp, "Vocês sabiam que a Caloi está mais cara que a Monark?"
 

domingo, 17 de janeiro de 2016

LIBERDADE PARA CONTINUAR TENTANDO FAZER A COISA CERTA

Saiu na edição de 16 a 18 de janeiro de 2016, na seção intitulada VOZ DO POVO, do Jornal CORREIO, esse artigo abaixo, no qual o autor, general de Reserva do Exército Brasileiro, contrapõe os 26 anos da redemocratização do país aos 21 do período passado. O autor faz várias considerações sobre a "liberdade" e finaliza com a seguinte indagação "Quando será que nós, homens e mulheres de bem, traremos de volta a nossa liberdade?". É claro que tenho a minha opinião formada pelo que apresenta o general, todavia gostaria muito de concatená-la com as ideias dos leitores amigos.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

SE LIGA GALERA FIES INICIA INSCRIÇÕES DIA 26/01


Após dar início ao processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e anunciar o cronograma do Programa Universidade Para Todos (Prouni), o governo divulgou o período de inscrições de mais um importante programa que utiliza as notas do Enem: o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que terá início em 26 de janeiro.

O prazo para cadastro dos candidatos permanecerá aberto por três dias, encenrrando em 29 deste mês. Poderão participar aqueles que prestaram qualquer edição do exame nacional a partir do ano de 2010 e obtiveram nota mínima de 450 pontosna média das provas objetivas, além de não terem zerado na redação.

Outra exigência do fundo de financiamento, que passou a valer juntamente com as novas regras no ano passado, é o limite de renda, que restringe a participação a candidatos que possuam renda familiar máxima de 2,5 salários mínimos por pessoa.

Apesar de divulgar o prazo de inscrições, o Ministério da Educação (MEC) não revelou todas as datas do processo seletivo do Fies de 2016, como a chamada dos selecionados e o prazo para entrega da documentação e confirmação do benefício, por exemplo.

O Fies oferece financiamento de até 100% de cursos em faculdades/centros universitários cadastrados, com cobrança de juros baixos e para início do pagamento somente após a formação do beneficiado. Atualmente o fundo conta com 2,1 milhões de contratos ativos.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

NÃO PERCAM, VAMOS TIRAR A MÁSCARA DO GOVERNO

Sintepp dará coletiva sobre o caso das progressões

Tamanho da Letra:
O Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública do Pará (Sintepp) agendou, via rede social, uma coletiva de Imprensa para esta terça-feira (12), às 16 horas, na sede da entidade (Avenida 7 de Junho, Marabá Pioneira). O encontro com a Imprensa terá a presença do advogado Walmir Brelaz, assessor jurídico estadual do Sintepp, que veio de Belém para assessorar a subseção local de Marabá.
O assunto obviamente é a situação das progressões funcionais de cerca de 1.100 professores lotados na Secretaria Municipal de Educação (Semed). Pois, como amplamente divulgado, a prefeitura vai rever essas gratificações atendendo ordem judicial, posto que esses valores incorporados aos salários dos professores não estariam de acordo com decisões judiciais anteriores, segundo informou a prefeitura.
Já o Sintepp entende que as progressões são legais e que, por isso, a prefeitura não pode retira-las; e é exatamente isso que o sindicato pretende explicar na coletiva desta terça-feira, a partir das 16 horas. Os professores também pretendem fazer uma grande manifestação em frente à sede do sindicato, exemplo do que tem feito desde a semana passada, como mostra a foto acima postada na rede social por professores ligados ao movimento.

sábado, 12 de dezembro de 2015

"PROPAGANDA É A PRIORIDADE PARA SALAME", DIZ EM NOTA O PROFESSOR RIGLER ARAGÃO, DA UNIFESSPA

PROPAGANDA É A PRIORIDADE PARA SALAME

A propaganda, sem dúvida, é a alma do negócio, que diga o prefeito de Marabá. Nos últimos meses a população tem visto uma enxurrada publicitária, na televisão, rádio e nas ruas da cidade. Com todo esse marketing as pessoas deveriam ficar curiosas para saber quanto de dinheiro público está sendo gasto para mostrar as fabulosas obras de João Salame.

Em momento de crise econômica, se espera que se tenha o mínimo de prioridade com que é importante. Mas pelo que se observa no portal da transparência o prefeito tem priorizado a propaganda do seu governo  ao investimento em Agricultura, Cultura, Meio Ambiente, Esporte e Lazer.

As despesas pagas da Assessoria de comunicação durante o ano de 2015 chegaram 3.642.092,45 de reais. Isso é mais que o dobro das despesas pagas pela secretaria de agricultura, também supera a soma das despesas pagas pelas secretarias de Cultura e  secretaria de Esporte e Lazer no mesmo período, as duas juntas gastaram 3.027.628,06. Por esses valores já percebemos qual é a prioridade do prefeito. Com certeza é para compensar o baixo desenvolvimento de obras na sua gestão e, agora tenta de forma desesperada compensar com propaganda, talvez por acreditar que uma mentira contada várias vezes torna-se verdade.

Parece que como gestor municipal João Salame vai mal. Reclama que tem que corta gasto mais não corta pela metade os mais de 500 cargos comissionados e os mais de 2500 contratados. Todos sabem para que servem tantos cargos dependentes de indicação política. E ao mesmo tempo fica chorando a perda de arrecadação e ameaçando atrasar salários dos servidores.

Observa-se no portal da transparência que apesar de economizar com determinadas áreas o prefeito privilegiou outras, como os recursos de seu gabinete que extrapolou o que estava previsto para 2015. Enquanto isso, não foi uma e nem duas que vimos nos meios de comunicação à falta de recursos para funcionamento do conselho tutelar da cidade, órgão de extrema importância para defesa dos direitos da criança e do adolescente. Isso é um exemplo de como faz falta uma gestão democrática com forte participação popular.

Salame repete a mesma formula diante da crise, retira direito e cortam-se gastos das áreas sociais, ou seja, joga a crise na costa dos trabalhadores.

 Rigler Aragão – Professor da Unifesspa

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

ATO ABOMINÁVEL DE RACISMO DE PROFESSORAS CONTRA MERENDEIRA NEGRA

Já ouvimos vários casos de racismo sendo divulgados na mídia aqui no Brasil. Muitos desses casos envolvendo jogadores de futebol e torcedores do time adversário. Fatos como esse nos causa muita indignação. É inadmissível que em pleno século XXI pessoas ainda sofram discriminação pela cor da sua pele, ou por sua aparência física.
Na escola, procuramos educar nossos alunos desde cedo a conviver de forma respeitosa com as diferenças, sejam elas quais forem.
Agora, quando um caso de discriminação racial e preconceito parte de dentro da própria escola, alguma coisa está muito errada. Imaginem então, quando os autores desse ato são educadores? E pior ainda, a vítima é uma merendeira negra.
Pois esse fato aconteceu em uma escola da rede municipal de Marabá. Um grupo de whatsap, formado por professoras, com o nome de  "Poderosas", humilhou a servidora merendeira, ao postar a imagem de uma macaca de aparência horrível dizendo ser a caricatura de tal servidora.
A ofendida, sentindo-se humilhada, procurou a delegacia de polícia e registrou ocorrência contra as autoras do fato.
O bloger se solidariza com a companheira ofendida e expressa total repúdio contra esse ato das ditas " educadoras".

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

É ASSIM QUE SE ENFRENTA A CRISE? CORTANDO NA CARNE DO TRABALHADOR!?

Caros companheiros e companheiras,

Nesses três anos do João Salame, temos nos mantido sempre em alerta e nos antecipando a qualquer medida que possa vir a retirar direitos que conquistamos em nossas lutas. Sempre primamos pelo diálogo, sem deixar de recorrer à luta quande se faz necessário.
O país enfrenta uma crise, é bem verdade. Os municípios são atingidos por essa crise, Marabá não é exceção. É preciso ter sabedoria para enfrentar esse momento. Prefeito nenhum, governo nenhum deverá se utilizar dessa crise para dá canetada nos direitos dos trabalhadores.
Tivemos na tarde de hoje, confirmação de uma fonte ligada ao governo, de algo que já suspeitávamos. Apesar de dizer em reuniões que não tenha intenção de atacar o nosso Plano de Carreira, o prefeito João Salame está decidido a reduzir drasticamente o salário dos servidores de toda rede municipal.
No caso da educação, o corte poderá chegar aos 30%! Um verdadeiro assalto ao bolso do trabalhador que não suportará essa redução em seu pagamento.
A fonte nos informou ainda que os cortes estão diretamente direcionados aos seguintes direitos:

  • Redução do Adicional por Tempo de Serviço;
  • Redução da licença prêmio para apenas um mês;
  • Redução da gratificação de regência;
  • Redução dos adicionais de especialista, mestre e doutor, atingindo inclusive, e, principalmente, aqueles que já recebem;
  • Redução da gratificação de diretor e vice-diretir;
  • E muito mais.
Dessa forma, é preciso agirmos já! Vamos lutar até as últimas consequências para não ver esse retrocesso acontecer em nossa carreira.
Solicitamos que todos os professores a não entregar os seus diários até que tomemos uma decisão em conjunto.
Assim, convocamos a todos os trabalhadores da educação para uma ASSEMBLEIA GERAL no dia 08/12, às 09 horas na SEDE CAMPESTRE.
A situação é grave! Por isso estamos antecipando a assembléia.

Nenhum direito a menos!
A educação não é mercadoria!

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

A LUTA É DE TODOS!!


Hoje foi mais um dia de luta e paralisação dos Trabalhadores em Educação. Depois de mais de três horas de Assembleia realizada em nossa Sede campestre Professor Evandro Viana  a categoria deliberou pela manutenção do CALENDÁRIO DE MOBILIZAÇÃO aprovado na Assembleia do 13 de novembro. Alguns servidores se manifestaram no plenário por uma postura mais radical, mas a imensa maioria aprovou que o Sintepp está no caminho certo. Foi deliberada ainda a realização de novaAssembleia Geral no dia 10 de dezembro data na qual a categoria assegura que deverá radicalizar caso não se tenha uma data assegurada para o pagamento do décimo terceiro. Além de tudo isso, a coordenação do Sintepp propôs que 10 (dez) servidores da base poderiam ser eleitos para participar da primeira reunião que acontecerá no dia 01 de dezembropara auditar os números apresentados pelo Governo. A reunião terá a participação do Sintepp, MPE, MPF, TCE, Conselho do FUNDEB e Câmara Municipal dos Vereadores.
Nossa mobilização continua firme e forte e não esqueçamos que no dia 01 de dezembro será dia de mais uma paralisação para cumprimento da Hora atividade dos lutadores e lutadoras da Educação.
Observamos muita tentativa do inimigo desmobilizar os trabalhadores, principalmente usando alguns servidores que, por pura falta de informação e capacidade de discernimento, acabam fazendo o jogo sujo do patrão! Tentam desmobilizar a categoria o tempo todo e não participam da nossa luta. Mas estamos ligados e esperamos que estes companheiros possam se somar nas próximas paralisações.

 #VEMPRALUTA VC TAMBÉM!



segunda-feira, 23 de novembro de 2015

SINTEPP EXIGE AÇÃO CONJUNTA DE ENTIDADES PARA ANALISAR AS CONTAS DA SEMED


Caros filiados e filiadas,
Na quinta feira, participamos de reunião na Semed com a Coordenação do Sintepp, Prefeito, Secretário e demais membros da Comissão de Assuntos Econômicos do Governo. A reunião se deu em dois momentos. No primeiro, apresentamos a pauta da categoria e os números que apresentamos em nossa última Assembleia. No segundo momento, a equipe econômica do governo demonstrou toda a parte contábil da PMM e da Semed e tratou de corrigir uma informação que veiculamos pra nossa base sobre os números do Recurso Próprio. Segundo eles, em nosso dados estavam sendo levados em consideração as Taxas arrecadadas pela PMM e as mesmas conforme o Artigo 212 da CF, não são base de cálculo para descontar os 25% dos recursos próprios destinados a educação!
Apesar disso, nossa iniciativa serviu para obrigar o governo a demonstrar todos os números que antes eram considerados uma caixa preta. Como já imaginamos que a nossa categoria não acreditará nos números apresentados pelo governo, fizemos a proposta de reunir com o Ministério Público, Tribunal de Contas dos Municípios e uma Comissão da CMM e dos trabalhadores em educação que deverão analisar todos números e emitir um parecer final sobre que ações deverão ser tomadas para resolver a situação. Pois apesar dos volumes de recursos do FUNDEB e dos Recursos próprios, os dois somados continuam sendo insuficientes para garantir a manutenção do Sistema Municipal de Educação e o pagamento em dia da nossa folha salarial. Nesta segunda, além da nossa paralisação, vamos fazer todo o esforço possível para concluir as nossas análises e para marcar reunião com todos os grupos citados acima.
Ainda temos que apurar algumas informações repassada pelo governo e precisamos garantir que os números estejam corretos.

Sintepp Marabá
A Coordenação

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

CARTÃO VERMELHO PARA O PREFEITO E SECRETÁRIO


terça-feira, 3 de novembro de 2015

CONCURSADOS EM LUTA, NOMEAÇÃO JÁ!

A Prefeitura Municipal de Marabá em 04 de novembro de 2010 abriu concurso público para provimento de 3095 vagas, para os diversos cargos, cuja prova foi realizada em 18 de dezembro de 2010, a empresa CETAP foi responsável pela seleção.
Em 31 de Maio de 2011 foi homologado o concurso público de Marabá, com vigência de 02 anos e foi prorrogado por mais 02 anos, sendo assim em 31 de Maio de 2015 venceu o prazo máximo para convocação dos candidatos classificados/aprovados.
Com o vencimento do prazo para convocação dos candidatos, muitos destes entraram na justiça com ações de mandato de segurança, pois, ainda restavam 400 pessoas para serem convocadas. O Ministério Público de Marabá, na pessoa do promotor Júlio César Sousa Costa, ajuizou o Mandado de Segurança Coletivo com o processo de nº 0004682-25.2015.8.14.0028, em favor dos aprovados no concurso público da prefeitura de Marabá para que o prefeito realize a convocação, nomeação e posse dos candidatos. Mas até hoje isso não se concretizou.
Nos últimos dias do vencimento da vigência do concurso o gestor municipal João Salame deu entrevista para os jornais locais e declarou que não convocaria todos os 400 candidatos classificados no concurso, pois a Prefeitura de Marabá não poderia contratar todos esses profissionais, salvo no caso de uma decisão judicial. Entretanto, os dados oficiais da prefeitura indicam 2266 servidores contratados, representando aproximadamente 25% do total dos servidores do município.
Com todos os fatos ocorridos, os candidatos aprovados no concurso começaram a se articular para reivindicar suas vagas de trabalho na Prefeitura de Marabá.
Diante do exposto, convidamos todos os concursados que estão na mesma situação a unir-se a este movimento. Vamos lutar em prol da conquista de nossos direitos e não aceitar essa situação de descaso com as pessoas que se esforçaram para serem aprovados nos concursos e já aguardam a mais de 4 anos pela convocação.
Reunião do movimento dia 04 de novembro de 2015, UNIFESSPA, folha 31 às 18 horas. Venha participar!
Contatos: 94 991697814 ELITIS COSTA /94 991616021 BRISA GUIMARÃES/94 991633808 POLLIANO MONTEIRO/ 94 92030821 NAIDE PACHECO

OBSERVAÇÃO: A nota é do pessoal concursado que está aguardando a chamada

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

ATENÇÃO: COMUNICADO IMPORTANTE

A Reunião do Conselho de Representantes de Escola, que estava marcada para acontecer amanhã, dia 27/10, às 16:30 horas, no Espaço Cultural Cine Marrocos, acontecerá no mesmo dia e horário no Auditório da EMEF JOSÉ MENDONÇA VERGULINO. Pedimos a compreensão de todos, e solicitamos aqueles cientes dessa alteração do local da reunião a repassar para os demais.
Obrigado.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Confira 7 Dicas de Última Hora Para o Enem 2015



As provas do Enxame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 acontecerão daqui a poucas horas. Ansiedade, medo e desespero são apenas alguns dos inúmeros sentimentos que os candidatos experimentam nesse momento.
Pensando nesse turbilhão de emoções e responsabilidades, separamos 7 dicas para ajudar você chegar no exame prontinho para mostrar tudo que estudou durante o ano! Vamos lá?

1- Diminua drasticamente os estudos

Agora, não adianta mais estudar. Infelizmente, nesse momento, é mais importante tentar manter os nervos no lugar do que assimilar mais conteúdos. No máximo uma olhadinha em algumas fórmulas ou resumos, ok?

2- Descanse e durma bastante

Sabemos da dificuldade que é fechar os olhos cedo, principalmente para aquelas pessoas que estão acostumadas a dormir tarde. Entretanto, os benefícios de uma noite bem dormida são fundamentais para que sua concentração permaneça “firme e forte” durante toda a prova.

3- Alimente-se bem

Saladas, verduras, frutas e legumes. Além de fazer bem à saúde, diminuirão bastante as chances que você tenha uma indigestão no meio da prova. Tá achando engraçado, não é? Mas cuidado, pois se acontecer com você, certamente seu desempenho será comprometido. E de engraçada, a situação se tornará uma decepção. Portanto, esqueça aquela feijoada neste fim de semana!

4- Pratique exercícios físicos moderados

Uma caminhada de 40 minutos de manhã, antes da prova, fará com que você esqueça um pouco o peso do Enem. Não custa nada! Essa atividade o deixará num relaxamento que pode ser decisivo no seu desempenho.

5 -Não ingira bebidas alcoólicas

Seu futuro está em jogo. E pode ter certeza que qualquer detalhe pode fazer a diferença. Não se esqueça disso. Até o término do segundo dia da prova, nada de álcool, combinado?

6 -Faça um “capricho” para sua cabeça

Além de não estudar, que tal dar um presentinho para aquela coisa que você tanto guardou conteúdo durante todo o ano? Isso mesmo, seu cérebro! Cinema, teatro e até um pouco de Facebook são ótimos para relaxar. Só cuidado com o horário de dormir, lembra?

7- Separe a documentação e o material necessário para a realização da prova

Nada de deixar para a última hora itens obrigatórios como caneta e documento com foto. Já deixe tudo separado para evitar qualquer dor de cabeça antes de entrar no local onde realizará o exame.
Essas são as dicas. Descansado, bem alimentado e com a ansiedade controlada, temos certeza que você poderá mostrar tudo que sabe no Enem 2015! Nós, do infoEnem, estaremos na torcida.

CONVOCATÓRIA PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE REPRESENTANTES DE ESCOLA


Caros Conselheiros,

Estaremos realizando na próxima terça-feira, dia 27/10, Reunião Ordinária com o Conselho de Representantes de Escola para debatermos a seguinte pauta:

  1. Hora Atividade;
  2. Estudo do Fundeb;
  3. Propostas aprovadas na Audiência Pública e Assembleia que foram encaminhadas ao secretário de educação;
  4. O que houver. 



A reunião acontecerá às 16:30 horas no auditório do Espaço Cultural Cine Marrocos. Dessa forma pedimos a todos os conselheiros que não faltem a essa reunião muito importante para a articulação de nossa luta. 

Governo Jatene insiste em manter descontos e negociação não avança

O Sintepp esteve na tarde desta quinta-feira, 22, na Secretaria de Administração (SEAD) para audiência com o governo sobre pautas pendentes da Campanha Salarial 2015. Além da Coordenação do Sindicato, pelo governo compareceram a Secretária de Administração, Alice Viana, a Secretária de Educação, Ana Hage e a Secretária Adjunta do Tesouro da Secretaria da Fazenda, Adélia Macedo.
O governo abriu a reunião apresentando o balanço do quadrimestre, que incluem a arrecadação e as despesas do Estado. Nas planilhas o governo mostrou saldo negativo.
Acompanhe abaixo os principais pontos debatidos na reunião:
RETROATIVO DO PISO DO MAGISTÉRIO 2011
Ao ser questionado pelo Sintepp sobre o pagamento da parcela do retroativo do Piso 2011, o governo informou que diante do déficit na receita não pagará na folha deste mês a parcela, apontando como um dos problemas na arrecadação estadual a redução dos repasses da União. O governo disse ainda depender de cerca de 30% destes repasses para quitar suas dívidas.
RETROATIVO DO PISO DO MAGISTÉRIO 2015
O Sintepp, preocupado com a negativa do governo em relação ao pagamento da parcela do retroativo do piso 2011, questionou o pagamento da parcela do retroativo do piso de 2015. O governo afirmou que está esperando fechar o balanço dos meses de outubro/novembro para verificar a possibilidade do pagamento, não tendo como se posicionar na presente audiência.
DESCONTOS
O governo continua com a posição de descontar indevidamente as denominadas faltas-greve. Ao que, na avaliação do Sintepp visto que iremos para o 5º mês com folha suplementar e erros na lotação, diante de uma decisão política do governador Simão Jatene de manter os descontos, mesmo com o processo sobre a legalidade da greve ainda em tramitação no Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE/PA), convocamos a categoria para coletivamente deliberar sobre quais serão as alternativas viáveis para os (as) trabalhadores (as) em educação que se encontram nesta situação. Especialmente, após a confirmação de que o governo manterá o desconto de 46 dias letivos, o que desobriga o professor a repor aulas, e prejudica diretamente o calendário escolar 2015, assim como em 2014, um ano letivo pedagogicamente perdido para os estudantes que dependem da rede pública de ensino.
A categoria está reunindo por distritos, regionais e Subsedes, e realiza assembleia geral no dia 29/10, às 15h, na EE. Cordeiro de Farias, com indicativo de participação no ato Nacional contra o Ajuste Fiscal, às 17h, com concentração no Mercado de São Brás.